PROS perde o seu único governador


O Tribunal Superior Eleitoral, por 5 votos contra 2, manteve nesta quinta-feira (4) a cassação do mandato do governador do Amazonas, José Melo, o único eleito pelo PROS nas eleições de 2014.

Melo já havia sido cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral por suposta compra de votos no período das eleições.

O TSE decidiu também que novas eleições deverão ser realizadas no Amazonas e que o presidente da Assembleia Legislativa, David Almeida (PSD), responderá pelo Estado até a data da posse do novo governador, dado que o vice, Henrique de Oliveira (SD), também foi cassado.

Acompanharam a decisão do TER amazonense os ministros Luís Roberto Barroso, Edson Fachin, Herman Benjamin, Admar Gonzaga e Rosa Weber.

Foram votos vencidos os ministros Napoleão Nunes (ex-integrante do Tribunal Regional Federal da 5ª Região que tem sede no Recife) e Luciana Lossio (prima em segundo grau do ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lossio). Ainda cabe recurso para o próprio TSE (embargos de declaração) e para o STF.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

PARENTES E AMIGOS DÃO O ÚLTIMO ADEUS A SEU HELENO

HELINHO ARAGÃO FALA SOBRE O AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO APROVADO PELA CÂMARA DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

A FEIRA DE ANIMAIS DE CACIMBA DE BAIXO SUPERA EXPECTATIVAS

PREFEITO EDSON FALTA A AUDIÊNCIA E CARLINHOS DIZ QUE O MOTIVO FOI MEDO