Postagens

Mostrando postagens com o rótulo lava jato

Toffoli vai decidir sobre delação da Odebrecht contra Kassab

Imagem
Estadão Conteúdo Em um processo sigiloso, o ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli vai decidir se anula o acordo de colaboração da Odebrecht com o Ministério Público Estadual no processo contra o ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab , do PSD. Uma decisão favorável a Kassab pode abrir um precedente para que outras defesas processadas pela Promotoria paulista recorram para invalidar ações movidas com base na delação da Odebrecht. Nesse mesmo processo, o ministro ordenou a suspensão da ação de improbidade administrativa em que os promotores paulistas acusam Kassab de ter recebido R$ 21 milhões em propinas da empreiteira. Os advogados de Kassab argumentam que o Ministério Público driblou uma decisão do próprio STF ao firmar um acordo com a empreiteira para processos de improbidade administrativa – que levam à aplicação de multa e cassação dos direitos políticos. Em fevereiro de 2018, o ministro Luiz Fux negou aos promotores paulistas o acesso à delação. A decisão acolheu

Segunda Turma do STF arquiva denúncia contra Lira e políticos do PP

Imagem
Denúncia foi aceita em 2019, mas denunciados recorreram. Saída de Celso de Mello e entrada do ministro Nunes Marques, indicado por Bolsonaro, mudou resultado do julgamento ST  Sarah Teófilo Correia Braziliense (crédito: Najara Araujo/Câmara dos Deputados) Por 3 votos a 2, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta terça-feira (2/3), arquivar a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) e outros três parlamentares do PP — os deputados Aguinaldo Ribeiro (PB) e Eduardo da Fonte (PE), e o senador Ciro Nogueira (PI), presidente da legenda. O caso ficou conhecido como "quadrilhão do PP", e teve voto decisivo do ministro Nunes Marques, o mais novo membro do Supremo e que foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro, aliado de Lira. A denúncia, no âmbito da Lava-Jato, apontava suspeita de integrarem uma organização criminosa que prejudicou os cofres da Petrobras. O esquema também teria atingi

PGR é acionada para apurar contratação de Moro por consultora da Odebrecht

Imagem
Pedido de abertura de inquérito partiu do deputado federal Paulo Teixeira, do Partido dos Trabalhadores de São Paulo VICTOR FUZEIRA ,  MARCELO MONTANINI METRÓPOLES RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) acionou a Procuradoria-Geral da República (PGR) para que investigue a contratação do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro para o cargo de diretor-geral de investigações na filial brasileira da Alvarez & Marsal , com sede nos Estados Unidos. A companhia norte-americana presta serviços de consultoria para recuperação de outras empresas. Entre as clientes da Alvarez & Marsal está a Odebrecht, investigada por Moro na Operação Lava Jato. Em seu Twitter, o parlamentar questionou a relação que o ex-juiz terá com uma empresa que investigou. Teixeira pede a abertura de inquérito para apurar “eventual prática de corrupção por Sérgio Moro”. Pedi abertura de inquérito para investigar eventual prática de corrupção por Sérgio Moro. Depois de

O narcisismo de Moro evidenciou o que muitos não querem aceitar

Imagem
Por  Anderson Pires * O narcisismo de Sérgio Moro e uma análise equivocada de como é composta a base do presidente produziram mais um erro tático, que evidenciou o que muitos não querem aceitar: Bolsonaro é maior do que se pensava (Imagem: Valter Campanato | ABr) Pragmatismo Político O roteiro parecia perfeito: Moro pedirá demissão, montará um cenário com evidências que servirão para acusar o presidente de crime de responsabilidade, terá o apoio da Globo , o decano do Supremo tomará providências e dará celeridade à investigação, políticos dos mais diversos partidos (inclusive os de esquerda) pedirão o impeachment, aqueles que o idolatraram durante a Lava Jato inundarão as redes sociais com manifestações de apoio, o Governo entrará em parafuso, a debandada de apoiadores será gigantesca e tomaremos o poder. O narcisismo de Sérgio Moro e uma análise equivocada de como é composta a base do presidente produziram mais um erro tático, que evidenciou o que muitos não qu