Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Gleisi Hoffmann

Alckmin é nomeado por ministro de Bolsonaro e transição é oficializada

Imagem
Presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva poderá formar uma equipe de transição com até 50 pessoas Por iG Último Segundo| Divulgação PT/Lula Marques - 04.11.2022 O vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (esq.) cumprimenta o ministro Ciro Nogueira (dir.) Na madrugada desta sexta-feira (04), a transição do governo de Jair Bolsonaro (PL) para o governo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi oficializada com a n omeação de Geraldo Alckmin (PSB) para o Cargo Especial de Transição Governamental . Leia também Alckmin avalia reunião com representantes de Bolsonaro como proveitosa Senador e petistas querem PEC da Transição para bancar Auxílio Brasil Lula poderá formar uma equipe de até 50 pessoas para a transição. O grupo irá trabalhar nas primeiras medidas do novo governo e terá acesso a dados da administração pública. Nesta quinta (03), Alckmin se reuniu com Ciro Nogueira, ministro da Casa Civil , para dar inicio a transição. O encontro ocorreu no Palácio do Planalto. &q

Gleisi: “Vamos ao 2º turno com garra e queremos conversar com todo o Brasil”

Imagem
“O recado das urnas foi o de tirar Bolsonaro. Quase 60% votaram contra ele, primeiro presidente que, ao disputar a reeleição, chega em segundo lugar no primeiro turno”, observou a presidenta do PT Divulgação "Temos que comemorar esse resultado. Vamos ao segundo turno animados, como no primeiro" (foto: Divulgação) Em entrevista à GloboNews na noite de segunda-feira (3), a presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, disse que o partido, a Coligação Brasil da Esperança e o presidente Lula estão animados para conquistar os votos que faltam para vencer as eleições. “Não temos problema nenhum em disputar segundo turno, e vamos entrar com a mesma garra, a mesma firmeza, a mesma vontade, e queremos conversar com todo o Brasil”, disse Gleisi, que se reelegeu deputada federal pelo Paraná. LEIA MAIS : Lula: “A luta continua até a vitória final!” Ela ressaltou que, no último domingo (2), os eleitores brasileiros deram uma importantíssima vitória a Lula e deixaram claro que querem mudar

Decisão sobre aliança entre PT e PSB sai até o dia 18

Imagem
Por: Daniel Leite Blog da Folha Carlos Siqueira é presidente do PSB - Foto: Divulgação O presidente do PSB, Carlos Siqueira, recebeu a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, nesta terça (10), para conversar sobre a possível aliança nacional entre as siglas. No encontro, a petista reiterou que o ex-presidente Lula pretende, de fato, avançar com esta negociação, que passa pelo apoio dos petistas aos candidatos a governador do PSB, em alguns estados, como Pernambuco. Porém, a indefinição sobre a manutenção da candidatura presidencial de Lula ainda é o grande empecilho para a consolidação do acordo. Socialistas, em reserva, afirmaram que a grande preocupação, dentro do partido, é a incerteza sobre os rumos do PT. Para os dirigentes da legenda, é muito arriscado oficializar o apoio a Lula, sem saber de fato se ele será candidato e quem iria substituí-lo, caso seja impedido de concorrer. Mesmo assim, Gleisi Hoffmann ainda mantém, a qualquer custo, a condição de apoiar o PSB

Gleisi com Siqueira hoje, com Marília quarta e Paulo quinta

Imagem
Encontro deve ser café da manhã no Palácio das Princesas Por: Renata Bezerra de Melo  Da Folha Política Paulo Câmara e Gleisi Hoffmann Carlos Siqueira - Foto: Divulgação Desde a manhã de ontem, o governador Paulo Câmara teve a cautela de informar a petistas que só poderia receber a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, em Pernambuco, na quinta-feira, porque já se encontrava em Brasília, onde permanece com agendas até amanhã. Como a coluna antecipou no sábado, os dois, então, terão um encontro, na quinta-feira mesmo. Deve ser um café da manhã no Palácio das Princesas, segundo petistas adiantam.  A dirigente nacional chega ao Estado na quarta-feira, quando estará com a executiva estadual da sigla e terá conversa com a pré-candidata ao Governo do Estado, Marília Arraes. O PT e o PSB ainda debatem eventual aliança em Pernambuco que deveria acarretar, na análise de petistas, um apoio do PSB à candidatura presidencial do ex-presidente Lula. Alguns gestos vêm sendo

Saída de Joaquim do cenário destrava alianças estaduais entre PT e PSB

Imagem
LAURO JARDIM Heuler Andrey | AFP A desistência de Joaquim Barbosa em disputar a presidência trouxe comemorações em pelo menos cinco estados nos quais PSB e PT vinham conversando. Apesar da proximidade, havia uma dificuldade em convencer a militância petista a se aliar com o partido que abrigaria o algoz de Lula no mensalão. Fernando Haddad e Gleisi Hoffmann retomarão as conversas para fechar coligação com os socialistas pelo menos em Minas, Bahia, Paraíba, Piauí e, o mais emblemático, Pernambuco.

SENADORA ANA AMÉLIA ‘CONFUNDE’ AL JAZEERA COM ESTADO ISLÂMICO

Imagem
Ao criticar uma entrevista da presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), à TV Al Jazeera, a senadora Ana Amélia (PP-RS) disse esperar "que essa exortação não tenha sido para convocar o Exército Islâmico a vir ao Brasil proteger o PT!"; Gleisi respondeu: "A senadora que incentivou a violência contra a caravana do Lula no Sul do país, mandando erguer o relho, agora externa seu preconceito e xenofobia com os árabes, ao me criticar por ter falado com a TV Al Jazeera. Entrevistas que dei com mesmo conteúdo a BBC, RTP, EFE não a incomodaram"; assista ao discurso de Gleisi no Senado sobre o caso 247 - Ao criticar uma entrevista da presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), à TV Al Jazeera, a senadora Ana Amélia (PP-RS) demonstrou total desconhecimento e desrespeito em relação aos árabes. Em um discurso do Senado, ela disse que "falar que Lula é preso político em rede internacional é desserviço ao Brasil" e que espera que essa "exortação

"Estou tranquilo, mas indignado", diz Lula em carta escrita na prisão

Imagem
Ex-presidente enviou a mensagem por meio dos advogados, já que não está autorizado a receber visitas de políticos e familiares RS Renato Souza Correio Braziliense Ex-presidente Lula chega à Polícia Federal de Curitiba para cumprir a pena de 12 anos (foto: AFP / Heuler Andrey ) O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que "continua desafiando a Polícia Federal e o Ministério Público" a provarem os crimes que ele cometeu. Em uma carta, escrita de dentro do local onde ele está preso, na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, o petista afirmou também que "está tranquilo, mas indignado." A mensagem foi lida pela presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, no acampamento montado em frente à sede da PF. "Continuo desafiando a Polícia Federal da Lava-Jato, o Ministério Público da Lava-Jato, o Moro e a segunda instância a provarem o crime que alegam que eu cometi. Continuo acreditando na Justiça e por isso es

Para Lula, apoio do PSB a Paulo está atrelado ao apoio nacional do PSB

Imagem
Lula estimulou pré-candidatos do PT no Estado e sinalizou que aliança dependerá de resposta nacional do PSB Lula recebeu a cúpula do PT-PE em reunião de 3 horas em São Paulo Foto: Paulo Pinto/PT Paulo Veras e Cássio Oliveira Jornal do Commercio Em uma reunião de mais de 3 horas em São Paulo, o ex-presidente Lula (PT) e a presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann, fizeram chegar ao PT de Pernambuco o entendimento de que um apoio à reeleição do governador Paulo Câmara (PSB) estaria atrelado a uma aliança nacional entre o PSB e o PT na campanha presidencial ou, ao menos, em estados estratégicos como Minas Gerais, Espírito Santo, Paraíba e Distrito Federal. Nessa conta, o PSB ficaria livre para marchar com o PSDB em São Paulo, onde o vice-governador Márcio França (PSB) pretende disputar com apoio do governador e presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB). Em reserva, um petista ouvido por Lula disse que se a aliança com o PT em Pernambuco é tão estratégica p

NOTA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES

Imagem
NÃO NOS RENDEMOS DIANTE DA INJUSTIÇA: LULA É CANDIDATO O dia 24 de janeiro de 2018 marca o início de mais uma jornada do povo brasileiro em defesa da Democracia e do direito inalienável de votar em Lula para presidente da República. O resultado do julgamento do recurso da defesa de Lula, no TRF-4, com votos claramente combinados dos tres desembargadores, configura uma farsa judicial. Confirma-se o engajamento político-partidário de setores do sistema judicial, orquestrado pela Rede Globo, com o objetivo de tirar Lula do processo eleitoral. São os mesmos setores que promoveram o golpe do impeachment em 2016, e desde então veem dilapidando o patrimônio nacional, entregando nossas riquezas e abrindo mão da soberania nacional, retirando direitos dos trabalhadores e destruindo os programas sociais que beneficiam o povo. O plano dos golpistas esbarra na força política de Lula, que brota da alma do povo. Esbarra na consciência democrática da grande maioria da sociedade,

GLEISI: “ABSURDO! CORTARAM A LUZ DO SENADO, MAS VAMOS RESISTIR”

Imagem
A senadora Gleisi Hoffmann fez uma transmissão ao vivo para protestar contra a atitude autoritária do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), que desligou as luzes da Casa e encerrou a transmissão, depois que senadoras ocuparam a Mesa do Senado; "Absurdo!! Cortaram até a luz do Congresso e impedem a entrada de trabalhadores e sindicatos na Casa. Desrespeito total com os brasileiros. Vamos continuar resistindo! Deputadas se somam à luta", disse Gleisi no Facebook Brasília 247 - A senador Gleisi Hoffmann fez uma transmissão ao vivo para protestar contra a atitude autoritária do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), que desligou as luzes da Casa e encerrou a transmissão, depois que senadoras ocuparam a Mesa do Senado. "Absurdo!! Cortaram até a luz do Congresso e impedem a entrada de trabalhadores e sindicatos na Casa. Desrespeito total com os brasileiros. Vamos continuar resistindo! Deputadas se somam à luta", disse Gleisi no Facebook.

GLEISI: TIRAR TEMER PARAR PÔR MAIA É “TROCAR SEIS POR MEIA DÚZIA”

Imagem
A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), disse ontem que substituir Michel Temer por Rodrigo Maia (DEM-RJ) na Presidência da República seria "trocar seis por meia dúzia"; antecipando um movimento "Fora Maia", ela afirmou que o partido não aceitará uma eleição indireta, em que atual presidente da Câmara é apontado como um dos favoritos, caso Temer não resista às denúncias de corrupção feitas contra ele na delação da JBS 247 - Recém-empossada presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) disse ontem que substituir Michel Temer por Rodrigo Maia (DEM-RJ) na Presidência da República seria "trocar seis por meia dúzia". Antecipando um movimento "Fora Maia", ela afirmou que o partido não aceitará uma eleição indireta, em que atual presidente da Câmara é apontado como um dos favoritos, caso Temer não resista às denúncias de corrupção feitas contra ele na delação da JBS. "Nós não achamos que o Maia seja a soluçã

Após protestos, Senado aprova em 1º turno PEC que congela gastos por 20 anos

Imagem
Do UOL, em Brasília e São Paulo Waldemir Barreto/Agência Senado Com as galerias vazias, senadores debatem e votam PEC do Teto dos Gastos Públicos O plenário do Senado Federal aprovou na noite desta terça-feira (29), em primeiro turno, a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do Teto, que limita os gastos públicos: 61 senadores votaram a favor e 14 foram contrários. A matéria será submetida a uma segunda votação. No início da sessão, na tarde de hoje, os senadores fizeram um minuto de silêncio em homenagem às vítimas da queda do avião que levava a delegação da Chapecoense para disputar a final da Copa Sul-Americana, na Colômbia.  Setenta e uma pessoas morreram no acidente ocorrido na madrugada de hoje . Durante a discussão da matéria, o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), autor do parecer aprovado na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), defendeu a PEC e rebateu as críticas de que a proposta vai provocar a redução das verbas para as áreas da saúde e da educação.