Postagens

Mostrando postagens com o rótulo bloqueio

Gigantes globais estendem ao Brasil boicote a anúncios no Facebook

Imagem
Protesto contra veiculação de conteúdos racistas e notícias falsas pela rede social já angariou mais de 400 empresas nos EUA; Coca-Cola, Heineken, Volkswagen e Microsoft ampliaram retirada de publicidade da plataforma a outras nações Por Fernando Scheller - O Estado de S. Paulo Conteúdo. Facebook, de Zuckerberg: eliminar discurso de ódio é achar ‘agulha no palheiro’ Leia mais Boicote ao Facebook: veja participantes e entenda o caso Principais anunciantes do Facebook não aderiram ao boicote, diz canal Após fracasso de negociações, marcas iniciam boicote ao Facebook O boicote de anunciantes às plataformas do Facebook começou ontem nos Estados Unidos , mas não se restringe à maior economia do mundo. Gigantes globais estenderam a suspensão da veiculação de anúncios no Facebook e no Instagram em outros países, incluindo o Brasil – entre elas Coca-Cola, Heineken, Microsoft, Beiersdorf e Volkswagen. Marcas brasileiras, por enquanto, monitoram a situação e começam a se

Vereador Júnior Gomes tem bens bloqueados pela justiça

Imagem
Por  Almir Neves O vereador por Santa Cruz do Capibaribe, Antônio Gomes Bezerra Júnior, Júnior Gomes como é conhecido, teve parte de seus bens bloqueados pela Justiça em uma ação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) que teve início no final de 2018 com base em denúncias da época em que Júnior Gomes era presidente da Câmara de Vereadores do município. De acordo com o Ministério Público, o parlamentar realizou contratações de servidores sem concurso público acima do limite “em nítida violação aos princípios de proporcionalidade, impessoalidade, moralidade, e em burla à regra constitucional do concurso público”. O MPPE aponta ainda que no final da gestão como presidente da Câmara, Júnior Gomes apresentou “disponibilidade líquida de caixa de recursos não vinculados no montante negativo de R$ 33.280,08” e que nos últimos dois quadrimestres de sua gestão realizou despesas novas no montante superior a R$ 20 mil com pagamento feito de forma prioritária em detrimento de outro

Tribunal da Lava Jato bloqueia R$ 2 bi do MDB e R$ 800 mi do PSB

Imagem
Em ação por improbidade, Tribunal Regional Federal da 4ª Região também decidiu pela indisponibilidade de valores de parlamentares e executivos de empreiteiras ESTADÃO O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) determinou o bloqueio de valores e bens de acusados em ação de improbidade administrativa da Operação Lava Jato . A decisão alcança o Movimento Democrático Brasileiro ( MDB ) e o Partido Socialista Brasileiro ( PSB ), os parlamentares Valdir Raupp (MDB/RO), Fernando Bezerra (PSB/PE), Eduardo da Fonte (PP/PE), os espólios de Sérgio Guerra (PSDB/PE) e Eduardo Campos (PSB/PE), e as empreiteiras Queiroz Galvão e Vital Engenharia Ambiental. A informação foi divulgada nesta sexta-feira, 24, pelo Ministério Público Federal. A reportagem está tentando localizar todos os citados. O espaço está aberto para manifestação.

Ministros do STJ determinam soltura de Temer e coronel Lima

Imagem
Além de terem bens bloqueados, eles estão proibidos de manter contato com outros investigados, mudar de endereço, e terão que entregar passaportes Fernando Mellis, do R7 Temer está preso desde quinta-feira passada Marcelo Chello/Folhapress - 9.5.2019 A maioria da Quinta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) votou, nesta terça-feira (14), pela concessão de liberdade ao ex-presidente Michel Temer e ao coronel da reserva João Baptista Lima.  Três dos quatro magistrados haviam votado até as 16h. O ministro, Sebastião Reis Júnior, declarou-se impedido e não participará da sessão. Ele alegou que o escritório que trabalhou antes da magistratura atendeu a Eletro-nuclear, estatal envolvida no processo que levou Temer à cadeia. Com quatro magistrados votando, um empate já beneficiava o ex-presidente e o coronel, já que prevaleceria a decisão mais favorável aos réus.  Em seu voto, o relator, ministro Antonio Saldanha Palheiro determinou, como alternativa à p

Ministro da Economia participa na terça-feira de audiência sobre o projeto da LDO

Imagem
Audiência está prevista para as 14 horas na Comissão Mista de Orçamento. Antes, às 10 horas, a CMO vai debater a chamada “regra de ouro”, que proíbe o governo de emitir títulos para pagar despesas obrigatórias Cleia Viana/Câmara dos Deputados Paulo Guedes poderá ser questionado sobre o bloqueio de verbas das universidades federais O ministro da Economia, Paulo Guedes, debaterá o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias ( LDO ) para 2020 na próxima terça-feira (14), em audiência pública às 14 horas na  Comissão Mista de Orçamento (CMO). Integrantes do colegiado devem questionar o ministro sobre o bloqueio de 30% nas verbas de custeio das universidades e institutos federais. O projeto de LDO (PLN  5/19 ) é a primeira proposta orçamentária a ser analisada neste ano. O texto prevê que o salário mínimo será reajustado para R$ 1.040 no próximo ano, sem ganho real (acima da inflação). Em relação à meta fiscal, aponta déficit primário pelo sétimo ano consecutivo – de R$ 1

Justiça ordena o bloqueio de R$ 62,6 milhões de ex-presidente Temer

Imagem
Temer deixou a prisão, na sede da Polícia Federal do Rio, no início da noite desta segunda-feira, por determinação da Justiça RS Renato Souza Correio Braziliense (foto: Mauro Pimentel/AFP) Após quatro dias preso, acusado de chefiar um esquema de corrupção para o recebimento de propina e fraudes contratuais em obras da Angra 3, o ex-presidente Michel Temer deixou a sede da Polícia Federal, no Rio de Janeiro. Ele estava detido em uma sala especial da PF , com direito a ar-condicionado, sofá e televisão, desde quinta-feira (21/3) da semana passada. O emedebista volta à liberdade com R$ 62,6 milhões bloqueados. Desses, R$ 8,2 mi foram sequestrados pelo Banco Central (BC). O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro, havia determinado o bloqueio de R$ 62 mi. O bloqueio dos recursos é parte das ações de investigação das operações Radioatividade e Descontaminação, da Polícia Federal. No entanto, a solicitação de Bretas, sobre os 62 milhões de re

Lava Jato e Petrobrás cobram R$ 3 bi do PSB, MDB, Raupp, Bezerra e Dudu da Fonte

Imagem
Em ação de improbidade, força-tarefa do Ministério Público Federal no Paraná e estatal petrolífera pedem responsabilização de senadores, de deputado, e dos espólios do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) e do ex-deputado Sérgio Guerra (PSDB/PE), além de 12 pessoas físicas e jurídicas Julia Affonso, Fausto Macedo e Paulo Roberto Netto Do Estadão Petrobrás. Foto: PAULO VITOR/AGENCIA ESTADO/AE A força-tarefa da Operação Lava Jato , no Paraná, e a Petrobrás ajuizaram uma ação civil pública por improbidade administrativa contra os partidos PSB e MDB , os senadores Valdir Raupp (MDB-RO) e Fernando Bezerra (PSB-PE) , o deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) e os espólios do ex-senador e ex-deputado federal Sérgio Guerra (PSDB-PE) e do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) – ambos mortos em 2014. Também são acusados pelo Ministério Público Federal e pela estatal quatro investigados ligados aos políticos, a construtora Queiroz Galvão, a Vital E

TIJOLAÇO: CRISE DOS CAMINHONEIROS DIMINUI NA MÍDIA E SEGUE NA ESTRADA

Imagem
Por Fernando Brito, do Tijolaço - Nas rodovias, ainda não fez efeito o acordo firmado pelo governo com parte dos líderes do movimento de caminhoneiros que bloqueou o trânsito de cargas no país. Mas na mídia é possível perceber claramente que as manifestações perderam força…na mídia. Salvo incidentes, o mais provável é que o movimento vá, por isso, emagrecendo pela falta daquilo que o engordou: o terror do noticiário. Os bloqueios de estrada, nas imagens, permanecem iguais aos de ontem, mas são descritos como algo que “ainda continua”. Ainda é a palavra mais usada, aliás, em todo o noticiário. É possível que, agora, o governo se sinta fortalecido para algum tipo de ação repressiva, algo que não aconteceu, sintomaticamente para um país onde balas de borracha, spray de pimenta e cassetetes são uma rotina. O nome do que vai ser feito para, em tese, manter o preço do diesel, é destes que dão calafrios ao comentaristas econômicos: subsídio. Descarado e impro

MPPE requer na Justiça bloqueio dos bens de ex-presidente da Câmara de Tacaratu

Imagem
O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) requereu à Justiça o bloqueio dos bens do ex-presidente da Câmara de Vereadores de Tacaratu, Paulo Sérgio de Carvalho. A medida tem por objetivo evitar que ele dilapide seu patrimônio para burlar uma futura punição em ação civil por atos de improbidade administrativa ingressada no mês de setembro de 2017. De acordo com a ação, ajuizada pelo promotor de Justiça José da Costa Soares, o ex-presidente da Câmara teria causado um prejuízo de R$ 129.173,29 aos cofres públicos e o pedido de bloqueio visa evitar que ele se desfaça de bens e valores a fim de não ressarcir o erário, na hipótese de ser condenado pelos atos de improbidade administrativa. Um eventual bloqueio de bens pode ser revisto caso o réu comprove ter tornado indisponíveis bens suficientes para garantir o pagamento das sanções. Segundo José da Costa Soares, as irregularidades cometidas pelo réu foram identificadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que encaminhou relatór

STF desobriga operadoras de bloquear celulares em presídios

Imagem
Corte derrubou leis estaduais que obrigavam empresas de telefonia a arcar com os custos do processo (STF desobriga operadoras de bloquear celulares em presídios) O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira que as leis estaduais que determinam a instalação de equipamentos para bloquear sinal de celular em presídios são inconstitucionais. As normas estavam sendo questionadas por operadoras de telefonia, que foram obrigadas a arcar com os custos da tecnologia. A tese defendida pela Associação Nacional das Operadores de Celular (ACEL) foi a de que a regulamentação sobre telecomunicações é uma competência da União e, portanto, não caberia aos Estados decidir sobre bloqueio de aparelhos celulares. Ao todo, foram julgadas cinco Ações Diretas de Inconstitucional movidas pela organização contra a legislação de quatro Estados: Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Bahia. O placar terminou em 8 a 3. Votaram a favor das empresas de telecomunicação os ministro

A JUSTIÇA DO PARANÁ BLOQUEIA TODOS OS BENS DE CUNHA

Imagem
A terça-feira (14) não está sendo um dia bom para o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB); após ver a Comissão de Ética aprovar o parecer que pede a cassação do seu mandato por 11 votos a 9, o peemedebista teve os seus bens bloqueados pela Justiça Federal do Paraná; e não só ele: a decisão atinge sua esposa, Cláudia Cruz, o ex-diretor da Petrobras Jorge Luiz Zelada, o suposto operador João Henriques, e o empresário Idalécio de Oliveira; entre os bens listados pelo juiz Augusto Cesar Pansini Gonçalves para indisponibilidade estão imóveis, ativos financeiros, veículos, valores mobiliários, ações, cotas, e participações societárias 247 - O juiz Augusto Cesar Pansini Gonçalves, da 6ª Vara Cível da Justiça Federal do Paraná, aceitou nesta terça-feira (14) pedido de liminar do Ministério Público Federal (MPF) e decretou a indisponibilidade de recursos financeiros e bens do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB). O magistrado Gonçalves ainda decretou a que

PE 160 é bloqueada neste domingo (22) por comerciantes e chefes de excursões

Imagem
Desde a semana passada que comerciantes e chefes de excursões tentam negociar para que mercadorias apreendidas pela Secretaria da Fazenda do Estado de Pernambuco sejam liberadas  (LEIA MATÉRIA) .  As tentativas foram em vão e neste domingo (22) a PE 160, principal via de acesso ao Moda Center Santa Cruz, foi bloqueada por algumas horas.  O deputado Diogo Moraes (PSB), através de sua assessoria, distribuiu uma nota onde fala de um agendamento para esta segunda-feira (23) na Secretaria da Fazenda do Estado, junto com o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira. Na ocasião, estarão presentes representantes de entidades como Moda Center Santa Cruz, Parque de Feiras de Toritama, ASCAP, Associação de Excursões e Guias e CDL. Shill Souza ,    presidente da Associação dos Guias de Turismo Comercial do Norte e Nordeste , tenta há vários dias uma solução para que as mercadorias apreendidas pela SEFAZ/PE sejam liberadas. Na entrevista concedida neste domingo ela fala q

REFRESCANDO A MEMÓRIA

Imagem

Justiça decreta bloqueio de bens e quebra de sigilo da família Perrella

Imagem
Senador, seu irmão e seu filho são acusados de firmar contratos sem licitação com o governo de Minas que beneficiaria empresa da família Marcelo Portela - O Estado de S. Paulo BELO HORIZONTE - A Justiça mineira decretou o bloqueio de bens e a quebra dos sigilos bancário e fiscal de integrantes da família Perrella e de ex-diretores da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) no valor de R$ 14,5 milhões. A decisão judicial atendeu a pedido do Ministério Público Estadual (MPE) de Minas Gerais porque a juíza Rosimere das Graças do Couto, da 3ª Vara da Fazenda Pública e Autarquias de Belo Horizonte, entendeu haver de "indícios da prática de improbidade administrativa" em contratos firmados entre a Epamig e a Limeira Agropecuária e Representações Ltda., da família do senador Zezé Perrella (PDT-MG). Além do senador, são acusados também seu filho, o deputado estadual de Minas Gustavo Perrella (SDD), um irmão de Zezé, Geraldo de Oliveira Costa, o filho de