Postagens

Mostrando postagens com o rótulo AEPETI

Encontro estadual apresenta dados sobre o trabalho infantil em Pernambuco

Imagem
Apesar de cortes de recursos federais, Estado ampliou o apoio técnico e o monitoramento a todos os municípios, alcançando o topo em ranking nacional de enfrentamento a essa problemática   Meninos negros, fora da escola e de famílias pobres. Esse é o perfil das vítimas do trabalho infantil em Pernambuco, de acordo com dados do Cadastro Único (CadÚnico) referentes aos quatro primeiros meses de 2022. No período, houve 746 registros com base apenas nos atendimentos de profissionais da assistência social. Dados mais abrangentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) não vêm sendo divulgados desde 2020, o que, segundo especialistas, dificulta o monitoramento mais preciso de uma problemática que tem se agravado durante a pandemia. A discussão foi feita no Encontro Estadual do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil em Pernambuco, promovido pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ).   “Em 2016, eram 109 mil crianças ocupadas. Já em

Santa Cruz realiza o Primeiro Fórum Municipal de Valorização da Criança e do Adolescente

Imagem
O evento foi uma parceria do Governo Municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, com o COMDECA e teve como objetivo divulgar e incentivar as ações em prol dos direitos da criança e do adolescente Nesta quarta-feira (24), o município de Santa Cruz do Capibaribe foi sede do seu 1º Fórum Municipal de Valorização da Criança e do Adolescente, evento realizado em parceria da Prefeitura com o COMDECA, onde foram mostradas, discutidas e incentivadas as políticas públicas em prol do combate ao trabalho infantil e a defesa dos direitos da criança e do adolescente. O evento faz parte da AEPETI - Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, que tem Ana Letícia como coordenadora municipal. Na ocasião, além de apresentações das crianças e adolescentes atendidas pelas políticas públicas da cidade, foram realizadas rodas de conversa com representantes da Gestão Municipal, como também membros da AEPETI e do COMDECA, tratando a importância da conscientização da pop