Covid-19: Mortes no Brasil chegam a 9,8 mil; casos confirmados são 145 mil

De acordo com os novos dados, número de contágios e mortes voltou a crescer. Atualização foi feita nesta sexta (8) pelo Ministério da Saúde

Por iG Último Segundo

Jochen Sand/GettyImages/Creative Commons
Previsão do Ministério da Saúde é que o pico da Covid-19 seja entre maio e julho

O Ministério da Saúde atualizou os dados sobre a pandemia da Covid-19 no Brasil nesta sexta-feira (8). Agora, segundo a pasta, subiu para 9.897 o número de mortes pela doença, sendo 751 novos registros. Desses 751 óbitos, 260 foram nos últimos três dias. A alta corresponde a um crescimento de 8,2%.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, os novos casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) no Brasil são 10.222, totalizando 145.328. O aumento foi de 7,6%. Já a taxa de letalidade se manteve em 6,8%.

No levantamento da pasta desta quinta-feira, o número de óbitos era de 9.146, enquanto o de pessoas com a doença era de 135.106.


São Paulo continua sendo o estado que tem mais mortes, com 3.416 das 9.146 ocorrências. A letalidade é de 8,2% no estado. Em segundo lugar vem o Rio de Janeiro, com 1.503 mortes e letalidade de 9,5%.
Divulgação/Ministério da Saúde
Tabela de mortes e casos confirmados da Covid-19 no dia 8 de maio

No quadro de casos confirmados, São Paulo também lidera a lista. O estado tem 41.830 pessoas infectadas pelo coronavírus. Em segundo lugar vem o Rio de Janeiro, com 15.741 vítimas de contaminação, sendo seguido por Ceará (14.956), Pernambuco (11.587) e Amazonas (10.727).

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, 76.134 pacientes com Covid-19 estão em acompanhamento, 59.297 estão recuperados e 1.852 óbitos estão em investigação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

CICLISTAS SANTA-CRUZENSES DE MALAS PRONTAS PARA NOVOS DESAFIOS