Previdência: Os 19 deputados da oposição que votaram com o governo Bolsonaro


19 deputados de oposição contrariam suas legendas e votam a favor da Reforma da Previdência de Paulo Guedes e 
Jair Bolsonaro

Tabata Amaral foi a deputada mais criticada pelo voto na Reforma da Previdência
 (Imagem: Oath Inc.)

Aprovada com ampla margem no plenário, a reforma da Previdência revelou que muitos parlamentares discordam da posição dos seus partidos.

Prova disso está no comportamento da oposição, que contribuiu com 19 votos para a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019.

No PDT, que ameaçou punir quem não seguisse a orientação do partido de votar contra a reforma, oito parlamentares votaram a favor da matéria.

Entre eles, Tabata Amaral (SP). Nas redes sociais, ela justificou o voto: “Meu voto pela reforma da Previdência não foi vendido, é convicção. A bancada da educação continua lutando pela manutenção da aposentadoria especial dos professores”.


A dissidência foi ainda maior no PSB. Apesar de a sigla ter fechado questão contra o texto, 11 dos 32 deputados do partido apoiaram a proposta no primeiro turno da votação.

Do outro lado, Tiririca (SP) foi o único representante do PL a votar contra a reforma. Já o PP sentiu algum efeito da resistência nordestina à proposta. São do Nordeste todos os três, dos 39 deputados da bancada, que votaram contra o texto substitutivo apresentado pelo relator Samuel Moreira (PSDB-SP).

Veja quem são os 19 parlamentares da oposição que votaram a favor da reforma da Previdência do governo Bolsonaro:

PSB

Átila Lira (PI)
Emidinho Madeira (MG)
Felipe Carreras (PE)
Felipe Rigoni (ES)
Jeferson Campos (SP)
Liziane Bayer (RS)
Luiz Flávio Gomes (SP)
Rodrigo Agostinho (SP)
Rodrigo Coelho (SC)
Rosana Valle (SP)
Ted Conti (ES)

PDT

Alex Santana (BA)
Flávio Nogueira (PI)
Gil Cutrim (MA)
Jesus Sérgio (AC)
Marlon Santos (RS)
Silvia Cristina (RO)
Subtenente Gonzaga (MG)
Tabata Amaral (SP)


Congresso em Foco

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÉDICOS CUBANOS GANHAM DESPEDIDA, NA SEDE DA UESCC, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE