JC/Ibope/TV Globo: Haddad dispara e lidera com 26% em Pernambuco

Pesquisa mostra disparada do PT, com Haddad, na corrida presidencial no Estado, seguido da ascensão de Bolsonaro e queda de Marina

Fernando Haddad foi escolhido pelo PT para substituir Lula na corrida presidencial deste ano
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem

Marília Banholzer
JC on line

Na primeira pesquisa JC/Ibope/TV Globo divulgada após o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad ser oficializado como o candidato do PT à Presidência da República, no lugar do ex-presidente Lula, o petista cresceu 16 pontos percentuais (p.p), saindo de 10% – percentual registrado em 5 de setembro – para 26%. Com o resultado, divulgado nessa segunda-feira (17), Haddad figura em primeiro lugar nas intenções de voto entre os pernambucanos. Em segundo, vem Jair Bolsonaro (PSL) que cresceu de 12% para 17%, no mesmo intervalo.

Ciro Gomes (PDT) se manteve estável dentro da margem de erro de três pontos percentuais, caiu de 13% para 12%. Marina Silva (Rede), que na segunda rodada aparecia com 15% das intenções de votos, sofreu um baque: na terceira rodada ficou com 8%. Geraldo Alckmin (PSDB) também se manteve estável dentro da margem de erro, de 6% caiu para 5%.

“Haddad teve um crescimento de 1,4 p.p por dia. É uma disparada, sem dúvida. A transferência dos votos de Lula é clara. Mas é preciso estar atento a outro ponto: Bolsonaro também cresceu”, comentou a cientista política e professora da Universidade Federal Fluminense (UFF) Débora Thomé.

Ela alerta que não é possível saber se o candidato do PSL também está recebendo os votos que eram destinados a Lula no Estado ou se as pessoas, que antes votariam branco/nulo, decidiram se posicionar à favor do ex-capitão. “Pode ser que as pessoas estejam identificando um crescimento de Haddad e preferindo escolher Bolsonaro como forma de se posicionar contra o PT”, argumentou Débora.

O número de brancos e nulos caiu de 27% para 17% nos últimos 12 dias. “Essa redução mostra que, em Pernambuco, os eleitores estão decidindo se posicionar para presidente e esse é um movimento que pode significar muito nessas eleições tão pulverizadas”, explicou o cientista político e professor da FGV-RJ Sérgio Praça.

Para o especialista, a estagnação de Ciro e Alckmin já era esperada a essa altura da campanha eleitoral, mas a descida rápida de Marina é uma surpresa. Ele ainda alerta que os próximos levantamentos devem mostrar um enfraquecimento da ascensão de Bolsonaro e um crescimento ainda maior de Haddad. “Pernambuco é um Estado com perfil mais esquerdista e candidatos da direita tendem a ter menos sucesso”, analisou Praça.

“A pesquisa estimulada é a mais fiel, mas a espontânea é muito importante para sentir a certeza dos eleitores. E é bom ficar atento ao fato de Lula ainda ter 20% das intenções na espontânea em Pernambuco. Esse percentual deve ser repassado para Haddad nos próximos dias”, comentou o cientista político.

No próximo fim de semana, Fernando Haddad estará em Pernambuco. De acordo com presidente do PT no Estado, Bruno Ribeiro, o presidenciável terá agenda de campanha sábado (22) e domingo (23) no Recife, Caruaru e Petrolina.

Propaganda barrada

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Sérgio Banhos decidiu, nessa segunda-feira, suspender propaganda eleitoral do PT que exibia uma mensagem do ex-presidente Lula pedindo votos para Haddad. Banhos atendeu a liminar da coligação do candidato Jair Bolsonaro. O argumento usado foi de que a peça, que foi ao ar no dia 13 de setembro, extrapolava os 25% do tempo reservado a apoiadores. A coligação disse ainda que a propaganda “visa transmitir a informação falsa de que Lula concorre ao pleito 2018”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara