PESQUISA IPSOS JÁ MOSTRA LULA COMO O PRESIDENCIÁVEL MAIS ADMIRADO DO BRASIL


Além da pesquisa Ibope, que mostrou a liderança absoluta do ex-presidente Lula em todos os cenários, o instituto Ipsos também registrou uma boa fotografia para ele: Lula é hoje o presidenciável com a maior taxa de aprovação; enquanto ele tem 41% de avaliação positiva, seus adversários seguem distantes; Marina Silva tem 36%, Jair Bolsonaro ostenta 24%, enquanto os tucanos Geraldo Alckmin e João Doria têm 22% e 21% respectivamente; Ciro Gomes, do PDT, também aparece com 21%; ou seja: o massacre midiático promovido pela Globo e a perseguição judicial não alcançaram os objetivos pretendidos; neste domingo, Lula visitou o museu dedicado a Juscelino Kubitschek, que também foi alvo de perseguição semelhante em sua época

247 – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o presidenciável mais admirado do Brasil, segundo pesquisa Ipsos divulgada neste domingo.

Ele tem 41% de avaliação positiva, seus adversários seguem distantes.

Marina Silva tem 36%, Jair Bolsonaro ostenta 24%, enquanto os tucanos Geraldo Alckmin e João Doria têm 22% e 21% respectivamente. Ciro Gomes, do PDT, também aparece com 21%.

Ou seja: o massacre midiático promovido pela Globo e a perseguição judicial não alcançaram os objetivos pretendidos.

Neste domingo, Lula visitou o museu dedicado a Juscelino Kubitschek, que também foi alvo de perseguição semelhante em sua época.

Inscreva-se na TV 247 e reveja o debate "Uma democracia sem Lula é possível?":

Abaixo, reportagem da Reuters sobre a pesquisa Ibope:

SÃO PAULO (Reuters) - O ex-presidente Lula e o deputado federal Jair Bolsonaro iriam para o segundo turno se as eleições presidenciais fossem hoje, segundo pesquisa do Ibope publicada na coluna do jornalista Lauro Jardim no jornal O Globo deste domingo.

A primeira pesquisa do instituto sobre as eleições de 2018 trouxe Lula com mínimo de 35 por cento e máximo de 36 por cento nas intenções de voto em todos os cenários, enquanto Bolsonaro teria 15 por cento se disputasse contra Lula.

Marina Silva é a terceira colocada em qualquer cenário com Lula, com entre 8 por cento e 11 por cento.

Mas, sem Lula, Marina lideraria a corrida, empatada com Bolsonaro, que teria 18 por cento se o adversário fosse o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, ao invés do ex-presidente.

Na pesquisa espontânea, que não apresenta nomes ao entrevistado, Lula apareceu com 26 por cento das intenções de voto, seguido por Bolsonaro com 9 por cento e Marina Silva com 2 por cento.

Segundo o jornal, a pesquisa do Ibope foi feita entre 18 e 22 de outubro, com cerca de 2 mil pessoas em todos os Estados do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O apresentador de televisão Luciano Huck também teve o nome testado na pesquisa do Ibope, e variou de 5 por cento, em eventual disputa com Lula, a 8 por cento, em caso de Haddad ser o candidato petista.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, teve entre zero e 1 por cento, dependendo dos adversários.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Diogo Moraes receberá os governadores Paulo Câmara e Ricardo Coutinho para assinatura da autorização da licitação da Adutora do Alto Capibaribe

Governador decreta luto oficial e destaca trajetória de vida de Armando Monteiro Filho

Diogo Moraes: Lula sairá mais fortalecido de julgamento

TEOBALDO DESTINA AMBULÂNCIAS PARA 03 CIDADES DO POLO DE CONFECÇÕES DO AGRESTE