PESQUISA IPSOS JÁ MOSTRA LULA COMO O PRESIDENCIÁVEL MAIS ADMIRADO DO BRASIL


Além da pesquisa Ibope, que mostrou a liderança absoluta do ex-presidente Lula em todos os cenários, o instituto Ipsos também registrou uma boa fotografia para ele: Lula é hoje o presidenciável com a maior taxa de aprovação; enquanto ele tem 41% de avaliação positiva, seus adversários seguem distantes; Marina Silva tem 36%, Jair Bolsonaro ostenta 24%, enquanto os tucanos Geraldo Alckmin e João Doria têm 22% e 21% respectivamente; Ciro Gomes, do PDT, também aparece com 21%; ou seja: o massacre midiático promovido pela Globo e a perseguição judicial não alcançaram os objetivos pretendidos; neste domingo, Lula visitou o museu dedicado a Juscelino Kubitschek, que também foi alvo de perseguição semelhante em sua época

247 – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o presidenciável mais admirado do Brasil, segundo pesquisa Ipsos divulgada neste domingo.

Ele tem 41% de avaliação positiva, seus adversários seguem distantes.

Marina Silva tem 36%, Jair Bolsonaro ostenta 24%, enquanto os tucanos Geraldo Alckmin e João Doria têm 22% e 21% respectivamente. Ciro Gomes, do PDT, também aparece com 21%.

Ou seja: o massacre midiático promovido pela Globo e a perseguição judicial não alcançaram os objetivos pretendidos.

Neste domingo, Lula visitou o museu dedicado a Juscelino Kubitschek, que também foi alvo de perseguição semelhante em sua época.

Inscreva-se na TV 247 e reveja o debate "Uma democracia sem Lula é possível?":

Abaixo, reportagem da Reuters sobre a pesquisa Ibope:

SÃO PAULO (Reuters) - O ex-presidente Lula e o deputado federal Jair Bolsonaro iriam para o segundo turno se as eleições presidenciais fossem hoje, segundo pesquisa do Ibope publicada na coluna do jornalista Lauro Jardim no jornal O Globo deste domingo.

A primeira pesquisa do instituto sobre as eleições de 2018 trouxe Lula com mínimo de 35 por cento e máximo de 36 por cento nas intenções de voto em todos os cenários, enquanto Bolsonaro teria 15 por cento se disputasse contra Lula.

Marina Silva é a terceira colocada em qualquer cenário com Lula, com entre 8 por cento e 11 por cento.

Mas, sem Lula, Marina lideraria a corrida, empatada com Bolsonaro, que teria 18 por cento se o adversário fosse o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, ao invés do ex-presidente.

Na pesquisa espontânea, que não apresenta nomes ao entrevistado, Lula apareceu com 26 por cento das intenções de voto, seguido por Bolsonaro com 9 por cento e Marina Silva com 2 por cento.

Segundo o jornal, a pesquisa do Ibope foi feita entre 18 e 22 de outubro, com cerca de 2 mil pessoas em todos os Estados do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O apresentador de televisão Luciano Huck também teve o nome testado na pesquisa do Ibope, e variou de 5 por cento, em eventual disputa com Lula, a 8 por cento, em caso de Haddad ser o candidato petista.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, teve entre zero e 1 por cento, dependendo dos adversários.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara