Sem ovo e sem povo, Doria não se cria no Nordeste

Do Tijolaço


Quem precisava de alguma prova de que os ovos jogados sobre João Doria em Salvador. além do desperdício, só serviam para chocar um cidadão que não existe eleitoralmente fora de São Paulo, deveria ler sobre a passagem do prefeito paulistano, ontem, por Fortaleza e por Recife, registrada na foto da Folha, aí em cima.
Assim como em Fortaleza, na capital pernambucana não houve manifestações contra o tucano. Por precaução foi montado um forte esquema de segurança com funcionários de uma empresa de vigilância privada e até viaturas da Polícia Militar no (centro)empresarial onde Dória foi homenageado.
O centro empresarial é dele mesmo, a sua empresa Lide, especializada em promover badalações que alimentem o ego da turma da bufunfa, com fotos e aplausos, na base do “money is beautiful” e canapés.

Não fossem os xingamentos, bravatas e grosserias contra Lula, teria passado despercebido.

Não se leu qualquer proposta dele em relação ao Nordeste, ficando apenas a memória daquela que fez, quando presidente da Embratur de Sarney, de tornar a seca atração turística.

Mas ele disse que, em 2018, ” o povo vai enterrar um mito” ao derrotar Lula no voto.

Não muito longe dali, na Bahia, o povo mostrava na rua o que vai fazer a Lula: levá-lo de volta à presidência.

Mais ou menos na mesma hora em que Dória posava, elegante e só, com a turma do dim-dim.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

CANDIDATURA AVULSA. GEO CALDAS PODE SE LANÇAR CANDIDATO A PRESIDENTE

JUNIOR DE SINDÔ SERÁ VELADO NA CÂMARA DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

COMPOSIÇÃO DA CÂMARA PODE PASSAR DE 17 PARA 10 VEREADORES, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

VEREADOR E ESPOSA SÃO ASSALTADOS EM FRENTE A RÁDIO, NA CIDADE DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA