Paulo Câmara, em Toritama, inaugura primeiro trecho da Adutora do Agreste

Trecho de 11 quilômetros da Adutora do Agreste levará água para 45 mil pessoas em Toritama

Quando concluída, Adutora do Agreste vai atender 68 municípios pernambucanos
Foto: divulgaçãoDa Editoria de Política

Do NE10

O governador Paulo Câmara inaugura nesta sexta-feira (29) o primeiro trecho da Adutora do Agreste, com 11,4 quilômetros, que levará água do sistema Prata/Pirangi para a cidade de Toritama. O investimento de R$ 30 milhões deve beneficiar 45 mil habitantes. O governador também ativará a inversão no Sistema Adutor de Jucazinho, para restabelecer o abastecimento de água em Riacho das Almas, Cumaru e Passira. Serão atendidas 35 mil pessoas, com um investimento de R$ 500 mil.

Os R$ 58 milhões destinados ao convênio da Adutora do Agreste que foram anunciados essa semana pelo Ministério da Integração Nacional serão usados para concluir a Adutora do Moxotó, uma alternativa para levar água do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco para oito cidades uma vez que o Ramal do Agreste, que deveria alimentar a adutora, ainda não teve suas obras iniciadas. A expectativa da Compesa é concluir as obras no primeiro trimestre.

“Quando a gente vê paralisações da Adutora do Agreste como ocorreu em 2015 e a quase paralisação agora em 2017 por falta de recursos, a gente fica apreensivo pela falta de compromisso com o abastecimento de água. Felizmente, uma emenda de bancada, garantiu não parar a obra. Agora, a gente só tem dinheiro até março. Falta ainda pelo menos R$ 500 milhões para a primeira etapa. Fora a segunda, que leva água para o Agreste Meridional e o Setentrional”, afirmou o governador na Rádio Jornal.

Paulo lembrou que o Estado só permitiu a passagem dos ramais da Transposição em um pacto com o governo federal para construção das obras complementares que prometem levar água até Caruaru e Santa Cruz do Capibaribe. Ele adiantou que o Estado só aceitará gerir a transposição quando os recursos para essas obras estiverem liberados para que a água “tenha serventia para Pernambuco”.
Barragens da Mata Sul

O governador também disse que concluirá em janeiro os projetos das barragens da Mata Sul prometidas em 2010 para evitar enchentes. A ideia é concluir Igarapeba e Panelas, que pararam em estágio mais avançado, mas retomar Gatos e Barra de Guabiraba ainda em 2018. “Tem uma emenda de bancada de R$ 113 milhões impositiva para 2018. E temos no orçamento R$ 117 milhões também que nós vamos utilizar para terminar essas barragens”, prometeu Paulo.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Diogo Moraes receberá os governadores Paulo Câmara e Ricardo Coutinho para assinatura da autorização da licitação da Adutora do Alto Capibaribe

Diogo Moraes: Lula sairá mais fortalecido de julgamento

Governador decreta luto oficial e destaca trajetória de vida de Armando Monteiro Filho

TEOBALDO DESTINA AMBULÂNCIAS PARA 03 CIDADES DO POLO DE CONFECÇÕES DO AGRESTE