ROMENICK STIFFEN. UMA HISTÓRIA BEM CONTADA.


O professor Romenick Stiffen proporciona a seus alunos aulas que fogem ao padrão comum e faz com que eles tenham um rendimento acima da média em seus aprendizados.

Na manhã desta terça-feira (01) a aula foi na Avenida Padre Zuzinha, berço de Santa Cruz do Capibaribe, cidade do Agreste Setentrional, que tem a sua vocação econômica voltada para a produção de peças do vestuário e se orgulha em ter o maior Parque de Vendas de Confecções do Brasil, o Moda Center Santa Cruz.
"Esta é uma tentativa de mostrar a esses jovens como foi a história da cidade e tenho no pensamento que eles só darão valor a cidade quando conhecer a sua história de verdade. Esse é um projeto que iniciei em 2013 na Escola Malaquias Cardoso e hoje estou dando seguimento no EREM Luiz Alves no intuito de mostrar a esses alunos a história das suas raízes, a história das suas famílias. Tem tantos jovens no Luiz Alves de famílias tradicionais, como Arruda, Balbino, Aragão, mas que não tem tanto conhecimento da sua própria família e da sua própria história. Esta é uma forma de mostrar como era Santa Cruz de antigamente e como é hoje. Uma cidade que já teve cinema, que já teve ponto de pouso, com hangares. Que já teve aeroporto. Esse Rio Capibaribe como era antigamente e como se encontra hoje. Nossa religiosidade com a primeira igreja católica e a igreja evangélica. Eu tento mostrar tudo isso para que eles compreendam essa história de nossa cidade. Uma aula diferente. Uma aula de campo, onde em uma caminhada pelo centro de nossa cidade, a gente conhece um pouquinho de nossa rica história", falou Romenick.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

CANDIDATURA AVULSA. GEO CALDAS PODE SE LANÇAR CANDIDATO A PRESIDENTE

JUNIOR DE SINDÔ SERÁ VELADO NA CÂMARA DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

COMPOSIÇÃO DA CÂMARA PODE PASSAR DE 17 PARA 10 VEREADORES, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

VEREADOR E ESPOSA SÃO ASSALTADOS EM FRENTE A RÁDIO, NA CIDADE DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA