APOIADOR DO GOLPE, JARBAS VASCONCELOS AGORA COBRA “EXPLICAÇÕES DE TEMER”


Um dos críticos mais duros da ex-presidenta Dilma Rousseff e do PT, tendo apoiado o golpe e defendido a ida de Michel Temer para o Palácio do Planalto, o deputado federal Jarbas Vasconcelos agora diz que "Temer deve satisfações ao país", mas que continua "achando Temer uma pessoa correta, que busca fazer o que tem que ser feito". Segundo Jarbas, o nome do presidente foi "envolvido de forma contundente e do mais simples ao mais esclarecido, todos precisam dessa resposta"

Pernambuco 247 - Peemedebista histórico e apoiador, desde o início, do governo de Michel Temer, o deputado federal Jarbas Vasconcelos, declarou que o presidente Michel Temer 'deve satisfações ao país'. Em entrevista à Rádio Jornal, no Recife, Jarbas afirmou querer "explicações imediatas de Temer".

Um dos críticos mais duros da ex-presidenta Dilma Rousseff e do PT, tendo trabalhado a favor do golpe e defensor da ida de Temer para o Palácio do Planalto, Jarbas afirmou que "Temer deve satisfações ao país". À época do processo de impeachment Jarbas se dizia otimista com o afastamento de Dilma e a efetivação de Temer, para o Brasil sair da crise politica e econômica.

"Continuo achando Temer uma pessoa correta, que busca fazer o que tem que ser feito, mas as pessoas erram. É preciso, diante disso, um posicionamento firme por parte do presidente. Ele tem que explicar tudo com conteúdo. Seu nome foi envolvido de forma contundente e do mais simples ao mais esclarecido, todos precisam dessa resposta", acrescentou.

Jarbas disse ainda que o Brasil está "no olho do furação". Conforme a avaliação feita por ele, poucas vezes o país vivenciou um fato de tamanha gravidade. Jarbas apontou como pontos positivos em todo esse processo, no entanto, a força das investigações e o que considerou como neutralidade das Forças Armadas no momento, ao contrário do quadro observado no país durante o golpe de 1964.

"Temos que reconhecer que o Brasil está sendo passado a limpo. Antes, já haveria movimentação nos quartéis e seria convocado um general. Isso não acontece agora", acrescentou.

Com informações da Rede Brasil Atual

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

FAMILIARES E AMIGOS SE DESPEDEM DO RADIALISTA AGNALDO SILVA

PARA RECORDAR. MATÉRIA QUE FIZ COM AGNALDO SILVA EM 2014

Deputado fala sobre necessidade de movimento jurídico para barrar privatização da Eletrobras

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA

PRUDÊNCIO GOMES: "ESTOU À DISPOSIÇÃO DO POLO DE CONFECÇÕES"