Cadoca recebeu ligação de Temer após expulsão do PDT

Deputado federal também terá encontro com o presidente na próxima terça-feira (2)

Por: Blog da Folha

Carlos Eduardo Cadoca - Foto: Peu Ricardo/Arquivo Folha

Um dia depois de ser expulso do PDT após contrariar a posição do partido e votar a favor da reforma trabalhista, o deputado federal Carlos Eduardo Cadoca (sem partido) revelou, nesta sexta-feira (28), em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, ter recebido um telefonema do presidente Michel Temer (PMDB), que se solidarizou com o parlamentar.

Cadoca acrescentou que deverá se encontrar com o presidente na próxima terça-feira (2), em Brasília.

O deputado federal foi questionado se a conversa com Temer seria um indicativo de que o parlamentar estaria indo para o PMDB, partido do qual já fez parte no passado. No entanto, afirmou que ainda é cedo para tomar qualquer decisão neste sentido, mas que "tem grandes amigos" na sigla.

Carlos Eduardo Cadoca também voltou a criticar a forma da sua expulsão do PDT. Para o parlamentar, a maneira foi incorreta, pois ele foi informado da decisão da legenda por um jornalista.

Na quinta-feira (27), quando foi comunicado da expulsão, Cadoca disse estar "tranquilo" e aproveitou para enfatizar que não recebe "lição de ética nem de moral de uma figura como Carlos Lupi", atual presidente do PDT.

De acordo com a legenda, a decisão de expulsar o parlamentar segue o que foi definido pela convenção do partido, em março, quando se fechou questão contrária às reformas propostas pelo governo de Temer.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

FAMILIARES E AMIGOS SE DESPEDEM DO RADIALISTA AGNALDO SILVA

PARA RECORDAR. MATÉRIA QUE FIZ COM AGNALDO SILVA EM 2014

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA

Deputado fala sobre necessidade de movimento jurídico para barrar privatização da Eletrobras

PRUDÊNCIO GOMES: "ESTOU À DISPOSIÇÃO DO POLO DE CONFECÇÕES"