Danilo lembra morte do advogado Evandro Cavalcanti

Em sessão na Câmara dos Deputados, Danilo Cabral (PSB-PE) prestou uma homenagem ao advogado Evandro Cavalcanti, defensor dos trabalhadores rurais de Pernambuco. Natural de Surubim, ele presidia 20 sindicatos rurais do Agreste do Estado quando foi assassinado há 30 anos. “A luta dos trabalhadores rurais pelo direito à terra em Pernambuco iria levar à morte um jovem advogado, um democrata, um guerreiro, um conterrâneo, que foi barbaramente assassinado. E esse crime se constituiu num marco na resistência democrática e na luta dos trabalhadores”, afirmou. 

Danilo Cabral lembrou que o crime ocorreu, em 1987, logo após a posse do ex-governador Miguel Arraes para seu segundo mandato no comando do Palácio do Campo das Princesas. "Evandro liderava a emblemática luta dos trabalhadores rurais do Agreste, seu sacrifício não foi em vão, inspirou e continua inspirando a luta de muitas gerações”, acrescentou. 

Evandro Cavalcanti foi assassinado com oito tiros enquanto caminhava pelo centro de Surubim, em um sábado, em plena feira livre do município. Ele estava ao lado da esposa, Jucilete Cavalcanti, e de uma das filhas. O inquérito policial concluiu que o crime foi motivado pelas denúncias que o advogado fazia contra irregularidades e violências praticadas pelos proprietários de terra da região contra os agricultores. Foram indiciados e cumprem pena até hoje Charles Farias Guerra e José do Rego Neto, proprietários de terras na região, e Severino Sinval, que teria intermediado a contratação de pistoleiros que cometeram o assassinato.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

FAMILIARES E AMIGOS SE DESPEDEM DO RADIALISTA AGNALDO SILVA

PARA RECORDAR. MATÉRIA QUE FIZ COM AGNALDO SILVA EM 2014

Deputado fala sobre necessidade de movimento jurídico para barrar privatização da Eletrobras

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA

PRUDÊNCIO GOMES: "ESTOU À DISPOSIÇÃO DO POLO DE CONFECÇÕES"