Em nome da Oposição, Silvio pede encontro com Paulo Câmara para discutir crescimento da violência no Estado

O deputado Silvio Costa Filho (PRB), em nome da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco, apresentou na manhã desta segunda-feira (10) um pedido de audiência ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara, para discutir a troca no comando da Secretaria de Defesa Social do Estado e as bases do Pacto pela Vida.

Desde 2014, a Oposição na Alepe vem chamando a atenção para o crescimento dos índices de violência no Estado, sobretudo o número de homicídios que nos últimos três anos acumula uma alta de 35% nos registros de assassinatos em todo o território pernambucano. A iniciativa faz parte de uma agenda iniciada pela Oposição com visita realizada ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Ronnie Duarte, e que deve se estender ainda ao presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Leopoldo Raposo, e ao procurador-geral de Justiça, Carlos Guerra.

“A falta de segurança em nosso estado chegou a um ponto que não dá mais para tratar desse assunto de forma retórica, como disputa de governo e oposição. Estamos nos colocando à disposição do Governo do Estado e, mais que isso, de toda a sociedade pernambucana, para participar de um amplo debate sobre o combate à criminalidade em Pernambuco. Debate esse que envolva todos os poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário), prefeituras municipais, instituições como OAB e Ministério Público, além de órgãos de classe que, direta ou indiretamente, lidem com a questão da segurança, além e toda a sociedade civil organizada que esteja disposta a dar sua contribuição para tirar Pernambuco desta situação”, defendeu.

Além da audiência com o governador, Silvio deve protocolar também, esta semana, um requerimento de audiência pública para discutir com o novo secretário de Defesa Social, Angelo Fernades Gioia, seus planos de mudança para o Pacto pela Vida e a política de segurança pública do Estado.

“Estamos caminhando para fechar o terceiro ano consecutivo de alta na criminalidade, com as taxas de homicídios aumentando ano a ano. Lamentavelmente, as únicas ações adotadas pelo Governo do Estado foram a troca do comando da Polícia Militar e a troca de titulares de algumas delegacias. A sensação de insegurança atinge a todos, independentemente de coloração partidária, e já passou da hora de se tomarem medidas objetivas para mudar esse quadro”, reforçou.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Bartol Neves assumirá mandato em Brejo da Madre de Deus

PROJETO PARA QUE AS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE TENHAM O HORÁRIO ESTENDIDO ATÉ AS 20 HORAS É APROVADO NA CÂMARA DE VEREADORES

BRUNO ARAÚJO: 'ESTOU PRONTO PARA ACEITAR ESSA MISSÃO'

MARÍLIA ARRAES NESTA QUINTA-FEIRA EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

"FICA EU E O TAMBORETE"

Feira do Sítio Cacimba de Baixo movimenta a Zona Rural de Santa Cruz do Capibaribe