Postagens

Mostrando postagens de Julho 28, 2019

Polícia prende suspeito de roubar ouro no aeroporto de Guarulhos

Imagem
Quadrilha roubou 720 quilos de ouro, avaliados em R$ 123 milhões
Isabela Palhares, O Estado de S.Paulo
SÃO PAULO - A Polícia Civil de São Paulo prendeu na manhã deste domingo, 28, um suspeito de participar do roubo de 720 quilos de ouro que ocorreu no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na última quinta-feira, 25. 
Em nota, os delegados Pedro Ivo Correa dos Santos e João Hueb, da 5ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Roubo a Banco), comunicaram a prisão do suspeito, mas não deram detalhes sobre a identidade ou participação dele no crime. "O procedimento visa preservar a investigação e evitar desvios na linha de trabalho", explica a nota. 
Uma caminhonete Nissan Frontier foi um dos veículos usados  para fazer o translado do ouro roubado no Aeroporto de Guarulhos  Foto: Tulio Kruse/Estadão
Na sexta-feira, a polícia já havia apreendido dois carros usados pelos criminosos durante o roubo. A suspeita é de que, logo depois da fuga, os criminosos tenham dividido o material…

Palavras que edificam

Imagem
Elevo os olhos para os montes, de onde me virá o socorro?

Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro.
O meu socorro vem do SENHOR que fez o céu e a terra.
Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não tosquenejará.
Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel.
O SENHOR é quem te guarda; o SENHOR é a tua sombra à tua direita.
O sol não te molestará de dia nem a lua de noite.
O SENHOR te guardará de todo o mal; guardará a tua alma.
O SENHOR guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre.
Salmos 121:1-8
Evang. Dário Gomes de Araujo.

Moro volta a ter que se explicar

Imagem
"Brasília não é para principiantes, por mais famosos e endeusados que sejam", diz a jornalista Helena Chagas sobre o ministro Sérgio Moro; "Neófito na política, Sérgio Moro está, na visão de interlocutores do Judiciário, a cada dia se desgastando mais, expondo-se ao assumir o papel de comandante da investigação na qual se coloca como vítima", avalia
Brasília - Ministro da Justiça Sergio Moro. (Foto: José Cruz/Agência Brasil)
Por Helena Chagas*, no Divergentes e para o Jornalistas pela Democracia
Brasília não é para principiantes, por mais famosos e endeusados que sejam. Em tese, a prisão dos hackers de Araraquara seria o momento de o ministro da Justiça, Sérgio Moro, assumir a ofensiva e tentar encurralar a Vaza Jato. Apenas em tese. Neófito na política, porém, Moro está, na visão de interlocutores do Judiciário, a cada dia se desgastando mais, expondo-se ao assumir o papel de comandante da investigação na qual se coloca como vítima. Além da história mal contada envol…