Paulo Câmara nomeia 12 gerentes regionais de Saúde


As profissionais foram escolhidas por meio de seleção pública, e suas atuações contemplam todo o Estado

O governador Paulo Câmara assinou, nesta quarta-feira (31.07), no Palácio do Campo das Princesas, a nomeação das profissionais que irão chefiar as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres) do Estado pelos próximos dois anos. Acompanhado da vice-governadora Luciana Santos, do secretário estadual de Saúde André Longo, de deputados estaduais e outras autoridades, o chefe do Executivo defendeu o diálogo como forma de ajudar a desenvolver a saúde pública em Pernambuco que, considera um grande desafio, principalmente no momento difícil por que passa o País.

“As gerências, com essa nova formação - algumas que já vêm lá de trás, outras estão assumindo agora - vão ter o desafio de ajudar mais, de estar mais presentes, de ouvir, principalmente em cada regional, de buscar alternativas a partir desse processo de escuta, transparência, de conversa, de atendimento, para saber onde a gente pode aperfeiçoar  e ter uma condição melhor”, afirmou Paulo Câmara.

As aprovadas foram escolhidas em uma seleção pública simplificada, realizada em duas etapas: na primeira foi feita a análise curricular e de um plano de gestão para a Geres, e na segunda, por meio de entrevistas. Das 12 novas gerentes, oito já ocupavam o cargo e permanecem, por terem obtido a maior pontuação na seleção. As outras quatro são novatas, das Geres do Recife, Limoeiro, Palmares e Caruaru.


“Esse é um momento que consolida a boa prática do governo, instituída em 2011 através de lei, com a ajuda da Assembleia Legislativa, que é a de escolher esses gerentes regionais de saúde através de um comitê de busca, de uma seleção simplificada, ouvindo também dentro dessa comissão as nossas universidades, a Federal de Pernambuco, a UPE e também a Fiocruz. O comitê de busca é para, basicamente, encontrar pessoas qualificadas, com competência técnica”, explicou o secretário de Saúde André Longo.

Estreante no cargo, Luciana Bezerra sempre trabalhou na área de Saúde Pública, atuando na Secretaria Executiva de Atenção à Saúde. Agora, assume o novo desafio na Gerência Regional de Saúde de Limoeiro, no Agreste Setentrional. "A experiência que tenho, vou usar na Geres para ajudar a região, melhorando os indicadores e a saúde da população, trabalhando pelos usuários", assegurou.

Já Carla Milene, de Serra Talhada, está renovando o mandato e disse o que espera da nova missão: "Muitos desafios! Concluímos o que planejamos. Queremos entregar agora para a região equipamentos de suma importância que estão em fase de execução como, por exemplo, o Hospital Geral do Sertão”, explicou a gestora veterana da 11ª Geres, que abrange dez municípios e está localizada na 3ª Macrorregião - Sertão.

As Geres são unidades administrativas da Secretaria Estadual de Saúde e foram criadas para atender às especificidades de cada região do Estado. O gerente atua planejando, organizando e coordenando as ações de saúde no âmbito regional, apoiando os municípios da sua área para que haja o fortalecimento das políticas públicas no Estado.

As sedes das Geres estão nos municípios de Recife, Limoeiro, Palmares, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Petrolina, Ouricuri, Afogados da Ingazeira, Serra Talhada e Goiana. Cada uma delas é responsável por um determinado número de municípios, englobando as 184 cidades do Estado, mais o Distrito de Fernando de Noronha. Já nesta quinta-feira (dia 1º), todas as gerentes estarão com o secretário executivo de Gestão Estratégica e Participativa, Humberto Antunes, na Secretaria Estadual de Saúde, no Bongi, para a primeira reunião de trabalho.

Fotos: Hélia Scheppa/SEI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara