Paulo Câmara inaugura obras de saúde e segurança hídrica no Sertão do Pajeú

Em comemoração ao aniversário de emancipação política de Afogados da Ingazeira, governador visitou o município e entregou obras


AFOGADOS DA INGAZEIRA - Neste 1º de julho, aniversário de 110 anos de emancipação política do município de Afogados da Ingazeira, o governador Paulo Câmara participou de uma agenda administrativa que contou com uma série de inaugurações, ao lado do prefeito José Patriota. Entre elas, a abertura do Centro Especializado em Reabilitação, tipo III – CER III Gov. Eduardo Henrique Accioly Campos, um serviço especializado em reabilitação física, auditiva e visual.

O governador esteve acompanhado do senador Humberto Costa e do deputado federal João Campos e de Renata Campos, viúva do ex-governador Eduardo Campos - cujo nome batiza o centro - além de outras autoridades. Ele comentou a entrega do equipamento em meio a um momento de tantas dificuldades no cenário nacional. "Viemos ao Pajeú sabendo que vamos renovar as energias para continuar a trabalhar por um Pernambuco melhor, mais igual, que oferece serviços de qualidade à população. É isso que temos buscado fazer", afirmou.

Paulo Câmara assegurou ainda que tem tido o cuidado de fazer com que os serviços cheguem à população, e que os grandes programas continuem funcionando. "Isso tem exigido muita parceria, esforço, trabalho e muita dedicação, mas ficamos satisfeitos em ver que as coisas continuam a acontecer e de vir a Afogados da Ingazeira para inaugurar um centro como esse, que, com certeza, vai ser uma referência para o tratamento tanto de questões físicas, auditivas e visuais, cuidando de tanta gente que precisa de um tratamento especializado e humanizado", acrescentou.


O secretário estadual de Saúde, André Longo, destacou a importância da entrega do centro, que contou com um terreno doado pelo Governo do Estado. "Como sertanejo, fico muito feliz em ver equipamentos como esse chegando ao Sertão. É um desafio de fazer um investimento desse porte, e um desafio maior é mantê-lo. Mas é um equipamento importante e que atenderá mais de 500 pessoas por mês", disse.

Com um investimento de mais de R$ 5 milhões, o Centro de Reabilitação atenderá pacientes nas especialidades de oftalmologia, otorrinolaringologia e ortopedia ou neurologia. A exemplo do menino Gabriel Lima da Silva, de seis anos, que nasceu com paralisia cerebral, presente à solenidade. “Antes eu precisava ir na Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) no Recife, mas agora ele vai poder seguir o tratamento aqui, perto de casa. Isso vai nos ajudar a economizar, além de permitir que ele siga se desenvolvendo. Aqui vai ter tudo o que ele precisa”, afirmou a avó de Gabriel, Maria Bernadete.


Agricultura familiar - No mesmo povoado para onde o ex-governador Miguel Arraes levou energia elétrica, Paulo Câmara tirou a lata d’água da cabeça do agricultor. Em visita ao Sítio São João, ao lado do secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto, e de sua comitiva, o governador garantiu segurança hídrica para 345 famílias moradoras das comunidades São João Velho, São João Novo, Lajedo e Manoel Soares, totalizando mais de 1,7 mil habitantes beneficiados. Os moradores vão poder, a partir de agora, contar com 90 mil litros de reserva, o que vai permitir o desenvolvimento da agricultura familiar da região. Com um aporte de R$ 1,6 milhão assegurados pelo Governo do Estado, foi possível perfurar também poços tubulares, tornando este o maior sistema de abastecimento de água rural do Sertão do Pajeú, com uma rede autossustentável e de referência.

“A gente fica satisfeito em levar água a locais que esperam  há tanto tempo, diante de um mundo tão rápido. Nós estamos implantando o sistema de abastecimento aqui bem feito, que foi bem pensado, bem planejado, que vocês vão saber cuidar muito bem dele e fazer muito bom uso dessa água. Uma água que não vai servir apenas para o dia a dia das casas, mas vai ser utilizada principalmente para a agricultura familiar, para a produção, para a geração de emprego e de renda”, afirmou o governador.

“Entre as atividades que a gente vem promovendo na secretaria está  a de convivência no semiárido. A gente tem várias ações nesse sentido, e a mais importante, para mim, é a implantação desses sistemas. Aqui, a gente está falando de água tratada, de sistema que tem sustentabilidade ao longo do tempo. É o sistema que garante ao povo rural o que é um direito de todos nós”, comentou o secretário Dilson Peixoto.

Quem comemorou a conquista foi o presidente da Associação de Produtores Rurais do São João Novo, Luiz Torres da Silva. Plantador de milho e feijão, entre outros grãos, ele dependia da chuvas para ter uma boa colheita como resultado. Agora, a esperança se renova. “Foi um grande passo que a Associação deu junto ao Governo do Estado. Com esse sistema, se faltar chuva podemos usar essa água e vamos ter uma colheita melhor. Agradeço muito ao Governo do Estado, porque a gente trabalha com parceria”, afirmou seu Luiz.

Outro agricultor, seu José Leandro da Silva reforçou o otimismo: “O sistema vai melhorar muito a vida da nossa comunidade, porque água é vida! Vamos diversificar o plantio e ter uma garantia de irrigação para nossa plantação”, comemorou.


Fotos: Hélia Scheppa/SEI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÉDICOS CUBANOS GANHAM DESPEDIDA, NA SEDE DA UESCC, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE