REFORMA DA PREVIDÊNCIA NA PAUTA, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE



A depender dos palestrantes da audiência pública desta quarta-feira (05) ocorrida na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe a reforma da previdência não acontecerá, pelo menos como está proposta pela PEC 287/2016, que tramita na Câmara dos Deputados.

Adjetivos como perverso, lastimável, PEC da Morte e tantos outros foram usados para classificar o malfadado projeto.

PROFESSOR NAPOLEÃO MARACAJÁ
O professor Napoleão Maracajá fez sua explanação e identificou vários pontos sustentando que a reforma da previdência, como está proposta, tira vários direitos dos trabalhadores.

Nesta mesma linha os demais oradores fizeram os seus discursos.

O debate foi conduzido pelo presidente da casa, vereador Zé Minhoca, e foi uma articulação da vereadora Jéssyca Cavalcanti.

Além do presidente Zé Minhoca marcaram presença os vereadores Ernesto Maia (PT), Capilé da Palestina (PTN) Deomedes Brito (PT), Nailson Ramos (PMDB), Ronaldo Pacas (PR), Joab do Oscarzão (PSD) e Jéssyca Cavalcanti (PTC). Participaram parlamentares de câmaras municipais da Paraíba e de Taquaritinga do Norte (PE), a exemplo do presidente Eraldo da Pedra Preta e do Professor Jurandi.

VEREADORES DEOMEDES BRITO E ERNESTO MAIA
Sexta-feira tem mais - O PT de Santa Cruz do Capibaribe promoverá palestra para tratar da reforma da previdência nesta sexta-feira (07), na Câmara de Vereadores, a partir das 14 h. A plenária contará com a presença da vereadora recifense Marília Arraes.

ALBERES XAVIER, ERALDO DA PEDRA PRETA E JURANDI TAVARES

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

MENDONÇA FILHO VOLTA A SER ESCRACHADO: ‘XÔ, GOLPISTA’

VEREADORES MARLOS MELO E DEOMEDES BRITO ANUNCIAM APOIO À PRÉ CANDIDATURA DO DEPUTADO DIOGO MORAES

Recorde de frio põe Taquaritinga do Norte entre as 20 cidades mais frias do Norte/ Nordeste neste domingo, 20 de maio

Centro de Santa Cruz do Capibaribe recebe pavimentação asfáltica