Horário de verão termina domingo em 10 Estados e no DF

Relógios devem ser atrasados em uma hora no Centro-Oeste, no Sul e no Sudeste; em SP, transporte circulará por uma hora a mais

Felipe Cordeiro, O Estado de S.Paulo

SÃO PAULO - Em vigor desde outubro, o horário de verão termina à meia-noite do sábado, 17, para o domingo, 18, no Distrito Federal e nos Estados do Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), do Sudeste (Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo) e do Centro-Oeste (Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul). À 0 hora do domingo, os moradores devem atrasar o relógio em uma hora.

Programe-se e não se confunda: quando o horário de verão acaba, você deve atrasar o relógio em uma hora - Foto: Rawpixel/Pixabay


Com o fim do horário de verão, o Nordeste do País volta a ficar com o mesmo horário de Brasília. Já o leste do Amazonas e os Estados de Roraima e Rondônia ficam com uma hora a menos; enquanto o Acre e o oeste do Amazonas, duas horas atrás.

Criado com a finalidade de economizar energia durante os meses mais quentes do ano, quando os dias são mais longos, a medida foi adotada no Brasil pela primeira vez em 1931.


Por isso, o próximo horário se verão se iniciará somente no primeiro domingo de novembro (dia 4), não mais no terceiro domingo de outubro (dia 21).

Transporte público

Em São Paulo, o fim do horário de verão provocará mudanças na rede de transporte público. A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) estenderá por uma hora o funcionamento das estações e do sistema.

Assim, os passageiros poderão embarcar até a 1 hora do horário novo (2 horas do horário de verão) nas Linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 4-Amarela. Já nas Linhas 5-Lilás e 15-Prata, as estações permanecerão abertas até a 0 hora do horário novo (1 hora do horário de verão).

"O número de viagens ofertadas na rede também será maior. Na Linha 1-Azul foram programadas 18 viagens adicionais. Na Linha 2-Verde haverá acréscimo de 22 partidas", afirmou, em nota, o Metrô. "Os usuários da Linha 3-Vermelha também se beneficiarão com a medida e contarão com oferta de 21 viagens extras. Na Linha 5-Lilás, a programação prevê 16 viagens a mais. Por fim, na Linha 15-Prata a mudança acrescentará 14 viagens aos usuários."

A São Paulo Transporte (SPTrans), autarquia que administra os ônibus municipais de São Paulo, informou que as linhas regulares circularão até a 0 hora do novo horário (1 hora do horário de Brasília), quando começa a operação das linhas noturnas.

Por sua vez, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU/SP), responsável pelas linhas de ônibus intermunicipais nas regiões metropolitanas do Estado, informou que os coletivos vão operar por uma hora a mais, até a meia-noite do novo horário (1 hora do antigo).

"A partir de domingo, as linhas cumprirão a tabela horária normalmente", disse a EMTU.

Companhia Paulista de Trem Metropolitanos (CPTM) prestará serviço ao público por uma hora a mais. Dessa forma, os passageiros poderão embarcar até a 1h de domingo, 18, do novo horário (2h do horário antigo). Vale lembrar que no domingo, todas as estações reabrem para o público no horário habitual, às 4h.

Postagens mais visitadas deste blog

ZÉ ELIAS CONCEDE ENTREVISTA E FALA SOBRE O MOMENTO DIFÍCIL QUE ESTÁ PASSANDO

EDILSON TAVARES, UM OUTSIDER QUE DEU CERTO