Postagens

Mostrando postagens de Março 27, 2018

HOJE TEM DIDA DE NAN NA REDE AGRESTE DE RÁDIOS, A PARTIR DAS 11 HORAS

Imagem

Recadastramento biométrico termina nesta terça-feira em 20 cidades de Pernambuco

Imagem
Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), os cartórios dos municípios mais procurados são o de São Lourenço da Mata, Camaragibe e Cabo de Santo Agostinho, todos localizados na Região Metropolitana do Recife
De acordo com o TRE, quem não fizer o procedimento será prejudicado Foto: Agência Brasil
JC Online
O prazo para realizar o recadastramento biométrico será encerrado em 20 cidades de Pernambuco nesta terça-feira (27). Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), os cartórios dos municípios mais procurados são o de São Lourenço da Mata, Camaragibe e Cabo de Santo Agostinho, todos localizados na Região Metropolitana do Recife.
"São Lourenço, Camaragibe e Cabo de Santo Agostinho são os municípios que terão uma maior atividade, mas está tudo dentro do esperado. Vão ter pessoas suficientes para atender os eleitores", comunicou Saulo Moreira, assessor do TRE-PE.
O fim do prazo valerá para as cidades de Agrestina, Belém de São Francisco, São José do Belmonte, Casinhas, R…

HOJE TEM SESSÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA DE VEREADORES DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

Imagem
A Casa José Vieira de Araújo realiza hoje (27) a nona reunião ordinária do primeiro período de 2018. A sessão ocorrerá no plenário do Legislativo Municipal a partir das 14 horas. Na oportunidade os vereadores poderão discutir projetos de Lei e requerimentos, além de fazerem uso da Tribuna.

VEREADORES PEDEM AGILIDADE NOS REPAROS DA COBERTURA DO CALÇADÃO

Imagem
O feirante Adriano é um dos prejudicados pela demora da reconstrução da cobertura
Santa Cruz do Capibaribe - Os Vereadores Carlinhos da Cohab e Deomedes Brito estiveram, na manhã desta segunda-feira (26), no Calçadão Miguel Arraes de Alencar escutando os comerciantes do setor azul daquele empreendimento, pois já se passaram mais de 30 dias que eles foram deslocados para o estacionamento, devido parte da cobertura ter cedido, e reclamam da demora das obras de reconstrução.

"Faz mais de 30 dias que parte da cobertura caiu e a gente não vê avanço na retomadas das obras e a gente está aqui no prejuízo, os clientes vem e não encontram a gente e agora que começou a chover é que os clientes não vem mesmo, por que fica lama e molhado, os clientes não vem e o prejuízo é muito grande. A gente vê se aproximar as feiras do meio do ano e esse serviço não termina. No final das contas o prejudicado é o feirante, esse povo lutador de Santa Cruz do Capibaribe", disse o feirante Adriano.