Em artigo no JC, FBC fustiga Paulo Câmara. “Pernambuco está ficando para trás”

Na campanha de 2014, Jarbas, Raul Henry, Paulo Câmara, Fernando Bezerra Coelho e Geraldo Julio (Foto: Michelle Souza/Acervo JC Imagem)

Por Fernando Bezerra Coelho, em artigo no JC desta quarta-feira

Essa semana ultrapassamos a marca de mais de 4 mil homicídios, retroagimos aos vergonhosos números anteriores ao Pacto pela Vida, em 2007. O ministro da Defesa afirma que Pernambuco é mais violento que o Rio de Janeiro. Infelizmente, os nossos problemas não se resumem à violência e insegurança. Pernambuco está ficando para trás na sua capacidade de realizar projetos e articular a sua força política para transformá-los em investimentos a favor da nossa gente.

De 2011 a 2014, Pernambuco investiu R$ 9,6 bilhões. A Bahia R$ 8,0 bilhões e o Ceará R$ 9,1 bilhões. Pernambuco soube fazer valer a sua força política para liderar os investimentos públicos no Nordeste.

Em 2015, o Brasil mergulha na sua maior crise econômica, com reflexos bastante negativos em todo o Nordeste. Os números dos investimentos, de 2015 a junho de 2017, não socorrem a gestão Paulo Câmara que afirma estarmos de pé, apesar da crise, pelo simples fato de manter os salários dos servidores em dia. Isto é pouco. Pernambuco merece mais.

Pernambuco, que liderava, literalmente desaba. Agora, se posiciona em um distante 3º lugar com R$ 2,6 bilhões. A Bahia lidera com quase duas vezes e meia a mais, alcançando R$ 6,4 bilhões, e o Ceará vem em 2º lugar com quase o dobro de Pernambuco, com mais de R$ 4,9 bilhões.

Por termos grandes carências nas áreas sociais e de infraestrutura, um investimento não realizado hoje fará muita falta amanhã. Não podemos nos acomodar. Não podemos aceitar o mínimo.

Nos próximos meses, teremos a oportunidade de debater e apontar as razões que explicam a desaceleração do nosso estado. A crise do Brasil explica uma parte, mas não explica tudo. Muito tem a ver com as escolhas e as opções que aqui foram feitas.

Temos o dever de aspirar mais, de sonhar mais, de lutar mais, pois Pernambuco tem força e potencial para liderar o Nordeste. Pernambuco precisa de uma nova agenda, de um novo caminho, de uma nova liderança para construir um novo tempo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara