Postagens

Mostrando postagens de Março 3, 2020

Dólar fecha em novo nível recorde, a R$ 4,5117

Imagem
BC dos EUA faz corte extraordinário de juros para tentar conter efeitos do coronavírus e Bolsa reage
Maria Regina Silva, Gabriel Bueno da Costa e Iander Porcella,  O Estado de S.Paulo
A decisão do Fed de cortar a taxa de juros em 50 pontos-base, para faixa entre 1,0% e 1,25% afetou o câmbio: o dólar, que chegou à máxima de R$ 4,5084 antes do anúncio do corte de juros, teve uma queda momentânea, para voltar a subir em seguida. A moeda à vista fechou em alta de 0,55%, a R$ 4,5117, no novo nível recorde. 
Bolsa
O Ibovespa renovou a máxima e ultrapassou os 108 mil pontos logo após um inesperado corte na taxa de juros pelo Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) nesta terça-feira 3, na tentativa de abrandar os impactos do coronavírus sobre a economia global.
Mas as Bolsas não sustentaram o impulso dado pelo anúncio da autoridade monetária americana. Depois de atingir a máxima de 108.702,84 pontos, acompanhando a alta acima de 1% em Nova York, o Ibovespa atingiu 106.151,89 ponto…