Presidente da CCJ busca iniciar votação da PEC da Previdência; assista ao vivo

Por Brasil Econômico - Com informações da Agência Brasil

Após sessão de mais de 12 horas de duração nesta terça-feira, comissão cheia de pedidos de cancelamento da oposição marcam tramitação da PEC

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
CCJ da Câmara deve começar a votar o texto da 
reforma da Previdência nesta quarta-feira

Após uma sessão que durou mais de 12 horas, a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara encerrou, na noite dessa terça-feira (16) , parte da discussão da Proposta de Emenda à Constituição da reforma da Previdência (PEC 6/19). Nesta quarta-feira, com grande presença dos deputados, as discussões foram retomadas, e a busca da oposição por adiar a votação marcam o início da tramitação da reforma. O presidente da comissão, Felipe Francischini (PSL-PR), no entanto, já começa a questionar os blocos sobre seus posicionamentos em relação ao texto.

Depois de um acordo entre líderes e o presidente da CCJ, ficou marcado para a manhã desta quarta-feira o início da votação do parecer do relator da reforma da Previdência , deputado Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG). A sessão de votação estava marcada para as 10h, horário que, segundo Francischini, já estava agendada desde a última segunda (15) para a sessão da CCJ. No entanto, as discussões seguem, e são marcadas pelas falas e ataques da oposição à proposta.

Assista ao vivo a discussão na CCJ da Câmara

As discussões desta terça terminaram às 23h28, após um atraso de 1 hora e 17 minutos,

As discussões desta terça terminaram às 23h28, após um atraso de 1 hora e 17 minutos, resultado de uma obstrução do PSOL na sessão da comissão no período da manhã. À noite, após o acordo de lideranças, concordou-se que a sessão fosse encerrada por volta das 23h30, após o fim da fala dos parlamentares, e a retomada no dia seguinte com a votação da PEC.

“Hoje iniciamos o dia com a previsão de que só encerraríamos a discussão na semana que vem, então a votação talvez nem na semana que vem ocorresse, então vamos conseguir encerrar essa discussão [nesta terça] e amanhã fazer a sessão que nós temos para iniciar a votação já direto na votação”, disse Francischini .

Para que as discussões pudessem ser encerradas hoje, vários parlamentares favoráveis ao texto abriram mão de suas falas. No início da noite, dos 62 deputados que estavam inscritos a falar a favor da reforma e 65 contra. No total, 19 parlamentares falaram a favor, 55 contra e 14 líderes partidários.

Se a reforma da Previdência for aprovada pela CCJ, segue para a análise de uma comissão especial e, depois, para votação no Plenário da Câmara.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Imagens fortes. Jovem espanca e mata amante do pai no meio da rua