PREFEITO EDSON VIEIRA TEM MUITO A EXPLICAR

Hoje é primeiro de abril e a população da Capital da Moda bem que gostaria que fossem mentiras as manchetes veiculadas pela imprensa neste dia


Matadouro- Desde a sexta-feira (29) que a justiça mandou interditar o Matadouro Público Municipal. O motivo: irregularidades apontadas nos relatórios da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro) e Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH).

Em dezembro de 2018, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) denunciou o local também por irregularidades. Em caso de descumprimento da decisão, a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe pode pagar multa de mil a R$ 50 mil.

O Vereador Carlinhos da Cohab denunciou, ano passado, que o descarte dos resíduos e efluentes do Matadouro estava sendo feito, de forma irregular, em uma propriedade particular no Sítio Moreira, próximo da Vila do Pará, motivando a instauração de um Inquérito Civil Público, resultando em uma Ação Civil Pública.

Em nota o prefeito tenta transferir sua culpa.

Sobre este caso falou o Promotor Dr Iron Miranda dos Anjos:


Ambulância- No último sábado (30) o prefeito entregou uma ambulância para prestar serviços à Comunidade da Vila do Pará. Até aí nada que desmerecesse o ato, até que consultada a placa do veículo constatou-se que ele já havia sido entregue em outro evento na Sede do Município no ano passado. A população se sente enganada e neste primeiro de abril nada mais sugestivo para ser assunto em todo o município.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara