Palavras que edificam

Sua meditação diária na Palavra de Deus

 Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Mateus 18:21.

A pergunta que Pedro faz a Jesus é bastante interessante, e ele mesmo já propões uma quantidade de perdões: Sete vezes. Jesus, por sua vez multiplica a resposta de Pedro por 70 e alcança a cifra de 490 vezes. Isso quer dizer que devemos perdoar cada pessoa 490 vezes, se caso for preciso.

E, se pecar contra ti sete vezes no dia, e sete vezes no dia vier ter contigo, dizendo: Arrependo-me; perdoa-lhe. Lucas 17:4

Quer dizer, perdoar a uma pessoa pelo espaço de 70 dias, pelo menos sete vezes por dia.

Se considerarmos as pessoas com as quais convivemos todos os dias teremos uma média de aproximadamente 300 pessoas, entre  desconhecidos, parentes, amigos, conhecidos, colegas, patrões e etc. Se desprendermos 490 perdões por pessoa teremos alcançados o montante de 147.000 perdões, sem falar nos mais de 1.000 pessoas que se relacionam conosco através das redes sociais, então somaríamos a isso mais 490.000 perdões  e daí alcançaríamos um total de 637.000 perdões, é perdão que não acaba mais.

Mas o que me chama a atenção é a forma como Jesus nos ensina acerca do perdão. Ora, se conseguirmos perdoar a cada pessoa 490 vezes, com certeza  teremos aprendido uma das mais sublimes qualidades de um cristão: O saber perdoar.

Perdoar não é somente uma qualidade , é também uma obrigação, é quesito inquestionável na vida de quem professa ser de Deus.

Lembremo-nos da oração do Pai Nosso:   E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores Mateus 6:12. Nesse caso a recíproca é verdadeira.

Evang. Dário Gomes de Araujo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

SETE GOVERNADORES ENCARAM TEMER E DIZEM NÃO A PEDRO PARENTE