Operação contra fraude em licitação e corrupção faz buscas na Prefeitura de Camaragibe

Foram emitidos 11 mandados de busca, duas suspensões de atividades empresariais e um afastamento cautelar para a Operação Harpalo.

Por G1 PE

Prefeitura de Camaragibe é um dos alvos da Operação Harpalo, 
desencadeada nesta terça-feira (26) — Foto: Mônica Silveira/TV Globo

A Polícia Civil desencadeou, nesta terça-feira (26), a Operação Harpalo, que investiga a prática dos crimes de fraude em licitação, corrupção e lavagem de dinheiro. Um dos locais em que os policiais cumprem mandados é a Prefeitura de Camaragibe, no Grande Recife.

Ao todo, foram emitidos dois mandados de medida protetiva, 11 mandados de busca e apreensão domiciliar, duas suspensões de atividades empresariais e um afastamento cautelar pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Os nomes dos alvos dos mandados e do afastamento cautelar não foram divulgados.

Por volta das 7h, policiais civis faziam uma varredura no edifício sede da prefeitura de Camaragibe. Era possível ver que eles saíam com inúmeros documentos.

As investigações começaram em dezembro de 2018. As apreensões são encaminhadas para a sede do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco), no bairro de Tejipió, no Recife.

Ao todo, 90 policiais foram escalados para a operação desta terça, além de dois auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Os detalhes preliminares da ação devem ser divulgados na manhã desta terça.

O G1 entrou em contato com a Prefeitura de Camaragibe e aguarda resposta.

Documentos apreendidos na Prefeitura de Camaragibe, durante 
operação desencadeada nesta terça-feira (26) 
Foto: Mônica Silveira/TV Globo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara