PF acha R$ 300 mil em dinheiro no apartamento de Kassab

Buscas no apartamento do ministro em São Paulo foram realizadas com autorização do ministro do STF Alexandre de Moraes


Apartamento no Jardim Paulistano foi alvo de busca
Marcelo Gonçalves e Fátima Meira/Estadão Conteúdo

A Polícia Federal encontrou R$ 301 mil em dinheiro vivo e documentos no apartamento do ministro Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação), no bairro nobre do Jardim Paulistano, em São Paulo. 

O dinheiro foi achado durante buscas realizadas com autorização do ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), nesta quarta-feira (19). Kassab (PSD) é alvo da delação premiada de executivos do grupo J&F.

A partir de janeiro, Kassab, que já foi prefeito da capital paulista, será o secretário da Casa Civil do Governo João Doria (PSDB), em São Paulo.

Ao todo, a PF cumpre nesta quarta-feira oito mandados de busca e apreensão. Além de Kassab, são alvo de mandados endereços relacionados ao governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria. Os federais também fazem busca em endereços ligados a Renato Kassab, irmão do ministro.

Segundo a PF, o objetivo da ação é "investigar o recebimento de vantagens indevidas", entre os anos de 2010 a 2016, por parte de Kassab. Os repasses teriam sido feito pelo Grupo J&F, de Joesley e Wesley Batista.

Defesa

Kassab afirma, em nota, "que confia na Justiça brasileira, no Ministério Público e na imprensa" e diz saber "que as pessoas que estão na vida pública estão corretamente sujeitas à especial atenção do Judiciário".

O ministro reforça "que está sempre à disposição para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários e ressalta que todos os seus atos seguiram a legislação e foram pautados pelo interesse público".
Nepotismo, corrupção e fraude nas merendas: Gilberto Kassab em 13 polêmicas

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara