Danilo participa de inaugurações de comitês e defende a eleição de Sileno, João Paulo e João da Costa


Depois do lançamento da candidatura de Heleno Araújo à Assembleia Legislativa, em Gravatá, no Agreste, o candidato a governador Danilo Cabral voltou ao Recife para participar de uma série de inaugurações de comitês. Nos espaços de Sileno Guedes, João Paulo Lima e João da Costa - todos postulantes a deputado estadual -, Danilo defendeu a eleição dos companheiros, um presidente de partido e dois ex-prefeitos, referências do time de Lula em Pernambuco.

Amigo e parceiro no PSB há mais de 30 anos, Danilo enfatizou a relação que tem com Sileno desde o governo Miguel Arraes, passando pelo serviço público no TCE e gestões Eduardo Campos. “Eu não vim aqui como um companheiro que está disputando uma eleição nesse momento, eu vim como um amigo, um irmão, que você sabe como a nossa caminhada foi feita. Nós estivemos juntos em muitos momentos, no mesmo lado sempre. Estudamos juntos no mesmo colégio, entramos juntos no mesmo ano na universidade. Entramos juntos no PSB em 1990. Você, assim como eu, tem 32 anos de partido. Entramos juntos no Tribunal de Contas, onde eu e você somos servidores. Trabalhamos juntos no governo de Arraes. Você foi vereador do Recife e eu também fui. Você foi secretário de Eduardo e eu também fui. Em todos os momentos da nossa vida, nós estivemos juntos, nas horas boas de celebrações, mas nas horas difíceis. É um orgulho estar aqui participando desta campanha junto com você”, disse.

Sobre o candidato João Paulo, Danilo recordou a gestão do petista no Recife, a primeira do PT na capital pernambucana, ocasião em que foi secretário municipal de Administração, e o alinhamento político com os governos Lula e Eduardo. “Eu tive a confiança de você pra ter sido o secretário de Administração do Recife e essa foi uma passagem que me marcou bastante. Porque os valores que você colocou permanecem cada vez mais atuais. O primeiro era a radicalidade democrática. Isso era um conceito que fez parte da sua gestão, o diálogo permanente. O que o seu governo fazia com a sociedade tudo era decidido, combinado com o povo. A segunda marca foi que a grande obra é cuidar das pessoas. O melhor momento que a gente viveu foi quando a gente teve esse alinhamento de Lula, de Eduardo e de João Paulo, juntos todos trabalhando no mesmo sentido. Nós precisamos fazer esse reencontro e eu não tenho dúvida nenhuma que serei governador sim de Pernambuco”, afirmou o socialista.

Já na inauguração do comitê do candidato João da Costa, Danilo Cabral reconheceu a importância do programa Orçamento Participativo e garantiu que o PT governará junto com ele em Pernambuco. “O OP foi um importante instrumento de diálogo com a sociedade. As prioridades da cidade eram discutidas com a população e decididas pela população. E por que eu falo isso hoje? Pelo o que a gente tá vivenciando hoje lá no Congresso Nacional. Nós precisamos democratizar o orçamento público brasileiro e eu falo isso porque sua experiência, João, é uma referência, o modelo que você construiu como secretário OP. A gente precisa levar a democratização do orçamento. Para isso, o PT estará no meu governo”, afirmou.

Foto- Marcus Mendes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

'Chocante é o apoio à tortura de quem furta chocolate', diz advogado que acompanha jovem chicoteado

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre