Decisão unanime da Justiça leva acusados pela morte de Marielle a júri popular

Desembargados negaram recurso da defesa de Ronnie Lessa por unanimidade

Por iG Último Segundo

Marcelo Theobald/Agência O Globo
Ronnie Lessa, policial militar reformado acusado de matar Marielle Franco

Os desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) negaram, por unanimidade, o recurso da defesa dos ex-PMs Ronnie Lessa e Élcio Vieira de Queiroz , acusados de assassinar a vereadora Marielle Franco (PSOL) e o motorista Anderson Gomes. Os dois estão presos há dois anos e serão sentenciados por júri popular .

Segundo a desembargadora Katya Maria de Paula Menezes Monnerat, "a prova oral colhida nos autos trouxe sérios e concretos indícios da participação ativa dos réus no crime . Foram inúmeros depoimentos que cabe ao júri popular analisar e decidir a procedência dos mesmos". Defesa e acusação foram ouvidos na tarde de hoje (9) às 14h30.

A defesa de Élcio, que é acusado de ter dirigido o carro utilizado no atentado, diz que faltam provas que mostrem a ligação do suspeito com o crime. Na audiência de hoje, nenhum advogado compareceu para defender o ex-PM. Ronnie Lessa é apontado como o autor dos disparos.

Já a defesa de Lessa questiona as provas coletadas pelo Ministério Público: "A acusação não há prova e nem indícios de que Ronnie Lessa estivesse dentro daquele carro. Uma testemunha, que não foi ouvida em juízo, categoricamente afirmou que a pessoa que atirou contra o carro que estava a vereadora era uma pessoa negra".

Leia também
A defesa de Marielle e Anderson argumenta que as provas obtidas até o momento são suficientes para levar os acusados a júri popular. "Provas periciais não deixam dúvidas sobre indícios de autoria. Acreditamos que deve ser mantida a decisão e que os recorrentes sejam julgados pelo júri". Os acusados estão presos no presídio federal de Porto Velho, em Rondônia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Filho deve substituir Aragão candidato em Santa Cruz