Pela primeira vez na história, Taquaritinga do Norte conquista o prêmio Selo Unicef

O município de Taquaritinga do Norte, na gestão do Prefeito Ivanildo Mestre (Lero), conquista mais um prêmio, desta vez foi a certificação do “Selo Unicef – Município Aprovado” (edição 2017-2020). Um prêmio internacional em reconhecimento a implementação de políticas públicas visando melhorias e qualidade de vida para crianças e adolescentes no município. O certificado dos municípios que receberam o Selo saiu na manhã desta terça-feira, 08 de dezembro de 2020. O evento foi realizado de forma virtual e transmitido ao vivo por diferentes meios de comunicação.

O Selo UNICEF é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para estimular e reconhecer avanços reais e positivos na promoção, realização e garantia dos direitos de crianças e adolescentes em municípios do Semiárido e da Amazônia Legal brasileira.

A adesão ao Selo Unicef ocorreu no início de 2017, onde o município assumiu o compromisso de manter a agenda de suas políticas públicas pela infância e adolescência como prioridade. Assim, a certificação é a prova de que o trabalho foi realizado com muita seriedade durante esses anos, principalmente no que concerne ao trabalho integrado das secretarias de ação social, educação e saúde, através dos secretários, Marcos Augusto, Poliana Santana, Cínthia Dêlise (a qual ficou a frente da ação social durante três anos e três meses, afastando-se do cargo para concorrer as eleições municipais) e o atual secretário da pasta e presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes, Dal Fercondini. 

Também vale destacar o importante papel desempenhado pela Comissão Municipal do Selo Unicef, através de Micheli Curvelo e Áurea Lúcia, mobilizadora e articuladora, respectivamente. Um destaque especial também para todos os jovens que formaram o Núcleo de Cidadania de Adolescentes (NUCA), por toda mobilização e participação nas ações realizadas, como também o trabalho ofertado pelos técnicos das secretarias e diretores das escolas. Um trabalho coletivo que rendeu excelentes frutos e agora a terra do café é reconhecida internacionalmente. Só quem ganha é o povo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado