Odacy Amorim diz que espera apoio de Paulo Câmara em Petrolina

Por Camila Souza e Luiza Alencar
Folha de Pernambuco


Pré-candidato à Prefeitura de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, Odacy Amorim (PT) disse à Folha de Pernambuco que espera o apoio do governador Paulo Câmara (PSB) à sua postulação no município e que vai ficar "muito frustrado" se a aliança não se concretizar. No entanto, o petista ressalta que está aguardando o deputado federal Gonzaga Patriota, presidente municipal do PSB, "fazer o movimento" de articulação com o Palácio do Campo das Princesas. "Como presidente municipal do PSB ele deve ter essa articulação, acho importante ele articular. Ele tem uma aproximação com o governador, mas essa questão do PSB, o PSB já sabe que tem meu apoio", explicou Odacy. 

Com a retirada da candidatura do agora secretário de Ciência e Tecnologia da gestão estadual, Lucas Ramos (PSB), os socialistas estudam a melhor estratégia para o pleito eleitoral e têm mantido conversas com o ex-prefeito Julio Lossio (PSD). O presidente municipal do Podemos em Petrolina, Sargento Quirino, também está no radar dos socialistas. 

Para Odacy, é compreensível as conversas e articulações com outros partidos, mas a expectativa é a de que Paulo Câmara devolva o gesto feito por em 2018, quando o gestor foi reeleito. "Se o governador apoiar Lossio eu vou ficar muito frustrado. Eu espero (o apoio) do governador porque sou aliado dele. Eu peço que o governador me trate como eu tratei ele. Em 2018, se Marília Arraes fosse candidata a governadora eu era deputado federal. Mas eu não joguei pelo meu interesse, mas pelo interesse de Pernambuco e do partido. O partido optou por uma aliança a Paulo Câmara e eu achei correto. Agora eu que estou precisando do governador", complementou. "Eu entendo o ponto de vista dele. Acho que tudo vai dar certo.”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Filho deve substituir Aragão candidato em Santa Cruz