No Brasil, Covid-19 já matou o dobro que a gripe espanhola em 1918

Na época da gripe espanhola, o Brasil perdeu 35 mil pessoas; foram 70 mil vítimas do novo coronavírus

Por iG Último Segundo 

Alex Pazuello/Semcom
Gripe espanhola causou a morte de um terço da população mundial entre 1918 e 1920

Nesta sexta-feira (10), o Brasil ultrapassou a marca de 70 mil óbitos causados pela Covid-19 . O número corresponde ao dobro de mortes causadas pela gripe espanhola no país, entre 1918 e 1920. Estima-se que 35 mil pessoas faleceram na época.

Leia também
Segundo o levantamento de hoje, foram registrados ainda 1.214 vítimas fatais nas últimas 24 horas. O país ultrapassou ainda a marca de 1,8 milhão de casos do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Segundo o IBGE, a população do Brasil na época da gripe espanhola era de 28 a 30 milhões.

A gripe espanhola é conhecida por ter erradicado 2,7% da população de todo o mundo. Segundo a Biblioteca Nacional dos Estados Unidos, morreram 50 milhões de pessoas em decorrência da doença. Cerca de 500 milhões de pessoas foram infectadas, ou seja, um terço do mundo.

A Covid-19 já registrou, desde o início da pandemia, 12.128.406 casos no mundo todo; 551.522 pessoas faleceram.

A gripe espanhola aconteceu paralelamente à Primeira Guerra Mundial, que deixou cerca de 15 milhões de pessoas mortas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

CICLISTAS SANTA-CRUZENSES DE MALAS PRONTAS PARA NOVOS DESAFIOS