Brasil atinge 1.300 mortes pela 3ª vez e registra 41.857 casos em 24 horas

Número de óbitos num único dia só é superado pelo registrado nos dias 3 e 26 de junho

Estado de Minas

Falta de leitos de UTI e enfermaria ainda é preocupação no país
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)

Pela terceira vez desde o início da pandemia, o Brasil registrou 1,3 mil mortes por coronavírus em apenas 24 horas. De acordo com os dados do Ministério da Saúde e do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), o total de óbitos nesta terça-feira (exatamente 1300) só é superado pelas estatísticas em 3 (1.349) e 26 de junho (1.374). O número de pessoas infectadas no país é de 1.926.824, sendo 41.857 desde o último boletim.

Evidentemente, os dados desta terça-feira incluem também balanços de secretarias municipais e estaduais que não fazem contagem aos fins de semana.

No mês que o país atinge o pico da doença, a média de infectados diariamente permanece abaixo dos 40 mil, muito em razão da expansão da doença em vários estados - entre eles, Minas Gerais.

Esse crescimento explica também a alta taxa de incidência de casos. Nesta terça-feira, o índice chegou pela primeira vez aos 900 infectados a cada 100 mil habitantes. A taxa de letalidade é de 3,8%. E a de mortalidade é de 35,4 a cada 100 mil brasileiros.

Estados 

Depois de recuar em número de casos e mortes nos últimos dias, São Paulo voltou a apresentar dados altos. Foram notificadas 417 óbitos e 12 mil pessoas infectadas em 24 horas, o que fez atingir o impressionante número de 18.324 vidas perdidas e 386 mil contaminações.

O Rio de Janeiro, por outro lado, registrou apenas 778 casos e 150 mortes. O estado já apresenta uma curva estabilizada, mas várias cidades já vem flexibilizando as medidas de isolamento, o que torna uma preocupação a mais para as autoridades de saúde. Já o Ceará contabilizou apenas 30 mortes, mas com 2.231 casos.

Minas Gerais teve 73 mortes nesta terça-feira, passando dos 78 mil casos. O governo projetou a atual semana para o pico da doença. Nesta terça-feira, foram 1.828 novos infectados 

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte. 


Como a COVID-19 é transmitida? A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.


Como se prevenir?A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19


Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:
  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia
  • Em casos graves, as vítimas apresentam:
  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 


Mitos e verdades sobre o vírusNas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.


Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

CICLISTAS SANTA-CRUZENSES DE MALAS PRONTAS PARA NOVOS DESAFIOS