MEC divulga reajuste do piso salarial de professores da educação básica para 2020

Valor passou de R$ 2.557,74 para R$ 2.888,24, o que equivale a menos de três salários mínimos; reajuste foi de 12,84%

Da Redação, O Estado de S.Paulo
SÃO PAULO - Em transmissão na internet, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciaram  reajuste para professores. O piso salarial dos profissionais da rede pública da educação básica em início de carreira foi reajustado em 12,84%, passando de R$ 2.557,74 para R$ 2.888,24. O aumento é de R$ 330,50. 
O valor equivale a menos de três salários mínimos. Na terça-feira, Bolsonaro anunciou que o salário mínimo será de R$ 1.045.  

Ministro Abraham Weintraub anunciou reajuste do 
piso salarial de professores da educação básica para 2020 
Foto: Dida Sampaio/Estadão
O reajuste é previsto na chamada Lei do Piso (Lei 11.738), de 2008. Pela legislação, o psio salarial dos professores têm de ser atualizado anualmente, sempre no mês de janeiro. A regra está em vigor desde 2009, ano em que o valor de R$ 950,00 foi o ponto de partida para o reajuste anual.
Ministério da Educação (MEC) afirma que utiliza o crescimento do valor anual mínimo por aluno como base para o reajuste do piso dos professores. Com isso, é utilizada a variação observada nos dois exercícios anteriores à data em que a atualização deve ocorrer.
Ainda de acordo com o MEC, o valor mínimo por aluno é estipulado com base em estimativas anuais das receitas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Para 2019, o valor chegou a R$ 3.440,29, contra R$ 3.048,73 em 2018.
No twitter, Weintraub divulgou o aumento e afirmou que é o maior registrado em termos reais desde 2012. 

    Comentários

    Postagens mais visitadas deste blog

    Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

    Filho deve substituir Aragão candidato em Santa Cruz