Danilo Cabral avalia manifestações deste domingo


Para o deputado federal Danilo Cabral (PSB), as manifestações de domingo (26) a favor do redes sociais e de cidades com registro de protesto foram inferiores aos registrados na mobilização em favor da educação, realizada no dia 15 deste mês. “Esses movimentos estimulam a tensão no relacionamento do governo com o Congresso Nacional”, opinou o parlamentar, em entrevista à Rádio Clube nesta segunda-feira (27).
Danilo Cabral destacou que o papel do presidente da República é de estabelecer pontes e dialogar com todos os setores da sociedade, especialmente com os poderes Legislativo e Judiciário. “Bolsonaro, ao invés de dialogar, está dividendo o país. Ele não começou a governar de fato”, criticou.
O deputado afirmou que as manifestações de domingo não vão funcionar como pressão para o andamento das pautas no Congresso Nacional. “As reformas da Previdência e Tributária, por exemplo, precisam ser discutidas amplamente, com a participação de todos e precisam tramitar dentro dos prazos regimentais”, disse.
Segundo o sistema analítico Bites, os atos de ontem produziram 1,4 milhão de posts no Twitter até as 20h30 contra 1,6 milhão nas manifestações em apoio às universidades federais. Ao menos 156 cidades em 26 estados e no Distrito Federal tiveram protestos neste domingo. No dia das manifestações em defesa da educação, 222 municípios dos 26 estados e do Distrito Federal tinham registrado atos.
Sobre o Nordeste
Questionado sobre a primeira visita do presidente Bolsonaro ao Nordeste, Danilo Cabral disse que não houve um anúncio concreto para as demandas da região. “À exceção dos recursos destinados ao FNE (Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste), uma demanda dos governadores, foi aprovado o Plano de Desenvolvimento Regional, que teve seu andamento condicionado à Reforma da Previdência. Não sabemos como será a retomada de obras estratégicas para o Nordeste, como a Transnordestina, a Adutora do Agreste. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara