Com demissão, Vélez pode ganhar até R$ 120 mil de auxílio

A demora para afastar o ex-ministro da Educação do cargo fez com que ele poupasse, pelo menos, R$ 60 mil

Marcelo Camargo/Agência Brasil

O tempo em que o governo de Jair Bolsonaro (PSL) demorou para exonerar Ricardo Vélez Rodríguez do cargo de ministro da Educação pode render até R$ 120 mil para os bolsos do ex-chefe da pasta. As informações são da colunista Mônica Bergamo.

Caso Vélez fosse demitido antes dos 90 dias, ele teria que devolver os R$ 61 mil de auxílio-mudança que recebeu no início do mandato. Ele ainda poderá receber cerca de 60 mil para fazer a mudança de volta, caso queira regressar à Londrina, sua cidade natal.

O agora ex-ministro foi demitido nessa segunda-feira (8/4) por meio de postagem no twitter de Jair Bolsonaro (PSL), devido a tomada de decisões e comentários polêmicos, que atrapalharam a imagem do governo.

(Do site Metrópoles)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

SETE GOVERNADORES ENCARAM TEMER E DIZEM NÃO A PEDRO PARENTE