Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 15, 2018

Manchetes dos principais jornais nacionais deste sábado

Imagem
O Globo Temer ordena extradição de Battisti, que está foragido
O Estado de S. Paulo Temer decide extraditar Battisti, que está foragido
Folha de S. Paulo Temer assina decreto para extraditar Cesare Battisti
Folha de Pernambuco Para o longe ficar mais perto
Diário de Pernambuco Indústria eleva o PIB de Pernambuco
Jornal do Commércio (PE) Menos mortes e mais cidadania
A Tarde (BA) Polícia busca médium João de Deus após decreto de prisão
O Povo (CE) Cinco cidades concentram 59,2% do PIB do Ceará
Diário do Nordeste (CE) Camilo abre diálogo com o Planalto
Tribuna do Norte (RN) Mais Médicos amplia prazo de inscrição e apresentação
Zero Hora (RS) Produtores agrícolas vivem conflito por uso de agrotóxico
O Dia (RJ) INSS paga R$ 17 mil por atraso na aposentadoria
Agora São Paulo Garanta todos os documentos exigidos para se aposentar

O dia em que João de Deus foi preso por contrabando

Imagem
Documentos do extinto SNI e da Polícia Federal revelam que, em 1985, o médium integrava uma quadrilha que exportava minério radioativo para o exterior
Por Hugo Marques Da Veja
João de Deus: Preso pela PF e vigiado pelo SNI (Cristiano Mariz/VEJA/Dedoc)
Na década de 80, João de Deus foi vigiado pelo antigo Serviço Nacional de Informações (SNI). Na época, ele já realizava curas espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, interior de Goiás. O que pouca gente sabe é que, nas horas vagas, o médium exercia outra atividade: a de contrabandista. João foi preso pela Polícia Federal em 1985 transportando 1 tonelada de autunita, um mineral radioativo, valioso e raro, extraído de um garimpo clandestino.
A carga estava sendo levada para o aeroporto de Alto Paraíso, também no interior de Goiás, onde seria embarcada. De lá, seguiria de avião até a Guiana. Nos arquivos do SNI constam pelo menos três relatórios citando o envolvimento de João de Deus com a quadrilha. Em um dos documentos, os ag…

O Natal dos perversos, por Luis Gustavo

Imagem
Luis Gustavo Reis*, Pragmatismo Político
Chegamos a dezembro e, mais uma vez, nossos olhos são inundados com pinheiros enfeitados de bugigangas natalinas, ofertas de diferentes presentes e as emblemáticas figuras do Papai Noel. Alguns deles, inclusive, aproveitando o elã contagiante, decidem estacionar seus trenós e saem pilotando ônibus reluzentes pelas avenidas das grandes cidades.
Pirotecnias de todos os tipos abundam para expor o espírito do momento. Em terras paulistanas, por exemplo, para fazer jus a falaciosa democracia racial, um shopping center decidiu que o “bom velhinho” em suas dependências seria um homem negro. Oh, caro leitor, quanta sensibilidade!
O Natal é uma festa que atinge todos os moradores do Ocidente, mesmo aqueles que optaram por não acreditar em filosofias que prometem o paraíso após a morte, que depende, é claro, do alinhamento aos princípios do evangelho que o sujeito cultivou em vida.
Afeta o descrente, pois certos serviços públicos deixam de funcionar (com o …