Imóveis de Aécio Neves e Paulinho da Força são alvos de ação da PF

O senador tucano é suspeito de receber propina de quase R$ 110 milhões de reais do grupo J&F

EL PAÍS

Aécio Neves se defende das acusações de ter recebido propina da Odebrecht, em dezembro de 2017
Aécio Neves se defende das acusações de ter recebido propina da Odebrecht, em dezembro de 2017WILSON DIAS/AGÊNCIA BRASIL

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta terça-feira, 11, mandados de busca e apreensão em imóveis do senadores Aécio Neves (PSDB) e do deputado Paulinho da Força (SD), em uma ação batizada de Operação Ross. Os senadores Antônio Anastasia (PSDB), Agripino Maia (PTB) e os deputados Cristiane Brasil (PTB) e Benito da Gama (PTB) também são alvos da investigação, que apura os crimes de corrupção passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

De acordo com a PF, a operação tem como objetivo investigar o recebimento de vantagens indevidas do grupo J&F por parte dos parlamentares entre os anos de 2014 e 2017. De acordo com o portal G1, os executivos do grupo J&F relataram repasse de propina de quase R$ 110 milhões Aécio Neves. Suspeita-se que os valores eram recebidos através da simulação de serviços que não eram efetivamente prestados e para os quais eram emitidas notas fiscais frias.

Ainda de acordo com a PF, a operação desta terça-feira envolve cerca de 200 policiais federais, que cumprem 24 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal, e realizam 48 intimações para depoimentos. As medidas estão sendo cumpridas no Distrito Federal e nos Estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Tocantins, e Amapá.

O nome da operação se refere a um explorador britânico que dá nome à maior plataforma de gelo do mundo localizada na Antártida fazendo alusão às notas fiscais frias que estão sob investigação.

Postagens mais visitadas deste blog

ZÉ ELIAS CONCEDE ENTREVISTA E FALA SOBRE O MOMENTO DIFÍCIL QUE ESTÁ PASSANDO

EDILSON TAVARES, UM OUTSIDER QUE DEU CERTO