TSE decide barrar candidatura de Garotinho no RJ


Político do PRP foi considerado ficha suja; na última pesquisa Ibope, ele estava em segundo lugar nas intenções de voto ao governo do Estado

Fernando Mellis, do R7

Garotinho fica impedido de fazer campanha
JORGE HELY/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Por unanimidade, os sete ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiram barrar a candidatura de Anthony Garotinho (PRP) ao governo do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (27).

Uma decisão provisória do ministro Og Fernandes, do próprio TSE, havia permitido o registro da candidatura de Garotinho até o julgamento do mérito, o que ocorreu hoje. 

Pesquisa Ibope divulgada na terça-feira (25) mostrava Garotinho em segundo lugar nas intenções de voto, com 16%, empatado com Romário Faria (PODE).

O político ainda não se manifestou sobre a decisão. Cabe recurso ao STF (Superior Tribunal Federal). No entanto, ele fica proibido de fazer campanha. 

O candidato é suspeito de desviar R$ 234,4 milhões na área da saúde nos anos de 2005 e 2006, quando ocupava o cargo de secretário estadual de Saúde.

Garotinho já havia sido condenado no TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro) e recorreu ao TSE.
ARA VOCÊ

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara