Lucro do Banco do Brasil sobe 47% em um ano – R$ 2,65 bilhões

Instituição atribui o desempenho a maiores rendas com tarifas e serviços no período e queda dos gastos operacionais no período.

Por Da redação
Veja.com

Agência do Banco do Brasil no centro do Rio de Janeiro. (Pilar Olivares/Reuters)

O Banco do Brasil apresentou lucro líquido ajustado de 2,649 bilhões de reais no segundo trimestre deste ano, cifra 47,1% maior que a registrada no mesmo intervalo do ano passado, de 1,801 bilhão de reais. Em relação aos três meses anteriores, quando o resultado foi de 2,515 bilhões de reais, aumentou 5,3%.

Segundo o BB, o desempenho no segundo trimestre refletiu, principalmente, maiores rendas com tarifas e serviços no período e queda dos gastos operacionais no período.

O lucro líquido do BB considerando eventos extraordinários totalizou 2,619 bilhões de reais abril a junho, alta de 6,2% em um ano e 7,2% em um trimestre. Dentre os eventos não recorrentes no segundo trimestre ante um ano, o BB cita, em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras, provisão para demanda com contingentes, planos econômicos e, do lado positivo, efeitos fiscais e de participação nos lucros e resultados sobre itens extraordinários.

Crédito

A carteira de crédito ampliada do Banco do Brasil, que considera títulos privados e garantias, somava 696,121 bilhões de reais ao final de junho, 1,1% maior em relação a março, de 688,689 bilhões de reais. Em um ano, quando os empréstimos totalizavam 752,971 bilhões de reais, recuou 7,6%.

As operações voltadas a pessoas físicas apresentaram expansão de 0,4% no segundo trimestre em relação ao primeiro e recuo de 2% em um ano, para 185,530 bilhões de reais. Já o crédito para pessoa jurídica foi a 234,078 bilhões de reais, declínio de 2,0% e 14,8%, respectivamente.

Ao término de junho, o BB somava 1,446 trilhão de reais em ativos totais, praticamente estável em um ano. Em relação a março, houve alta de 3,1%.

O patrimônio líquido do banco público alcançou 90,783 bilhões de reais no segundo trimestre, aumento de 8,8% em 12 meses e de 1,1% ante os três meses anteriores. O retorno sobre o patrimônio líquido médio ajustado (RSPL) ficou em 10,7% ao final de junho contra 10,4% em março e 7,7% um ano antes.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara