Em plenária das mulheres, Danilo reforça compromisso em fortalecer políticas de gênero


Um comitê lotado de militantes do movimento das mulheres e apoiadoras recebeu com muita energia o candidato a governador Danilo Cabral, nesta quarta-feira (14), para uma grande plenária. Ao lado da sua chapa majoritariamente feminina, composta por Luciana Santos (vice) e Teresa Leitão (Senado), Danilo reforçou um compromisso de fortalecer as políticas de gênero, uma marca do socialista em todas as funções públicas que exerceu.

Danilo é do time de Eduardo Campos, que criou há 15 anos a Secretaria da Mulher de Pernambuco, responsável por políticas transversais no governo. “Porque o desafio das mulheres não está só em um canto; está em todos os lugares. E isso precisa ser aplicado no conjunto do governo”, assegurou o candidato de Lula, que, quando secretário de Educação de Eduardo, implantou o Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero, que premia iniciativas importantes no segmento.

Durante o ato, Danilo recebeu das mulheres um documento com uma série de compromissos. “Os desafios ainda estão postos e esse documento que foi entregue aqui fala para o futuro da política pública de mulheres em Pernambuco. Eu li tudo isso aqui e quero dizer que esse documento contempla de forma objetiva toda a nossa história; tudo que queremos fortalecer na política de igualdade de gêneros na sociedade. O papel que tem o Estado brasileiro; os governos federal e estaduais, além dos municípios no fortalecimento dessas políticas”, ratificou.

Em seguida, Danilo enumerou seus compromissos. “Nós vamos fortalecer o trabalho dos centros municipais em defesa da mulher; a Patrulha Maria da Penha. Vamos levar a Patrulha Maria da Penha para dentro da Educação. Fortalecer a geração de emprego e renda, crédito para a mulher. Precisa ter crédito diferenciado para a mulher, sim”, emendou Danilo, antes de falar do que considera um “compromisso simbólico”.

“Para que a gente possa efetivamente levar o olhar pleno das mulheres para dentro do governo, nós vamos se equiparar a participação das mulheres e dos homens. Metade dos cargos de liderança do nosso governo será obrigatoriamente ocupado por mulheres”, destacou Danilo.

Foto: Marcus Mendes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

'Chocante é o apoio à tortura de quem furta chocolate', diz advogado que acompanha jovem chicoteado

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre