Na Basílica do Carmo, Marília Arraes participa da missa à Nossa Senhora do Carmo celebrada por Dom Fernando Saburido


Foi com muita emoção e devoção à Nossa Senhora do Carmo que Marília Arraes, pré-candidata ao Governo de Pernambuco, participou da missa campal realizada na tarde deste sábado (16), na Basílica do Carmo, no Centro do Recife, em homenagem à padroeira da capital pernambucana. Celebrada por Dom Fernando Saburido, arcebispo de Olinda e Recife, a celebração foi acompanhada por milhares de fiéis, que participaram desse importante momento religioso após dois anos de restrições impostas pela pandemia da Covid-19, sem a realização da missa e da procissão.

Visivelmente emocionada com a celebração, Marília fez questão de agradecer o carinho recebido pelos fiéis, dentro e fora da Basílica, que foram agradecer as benções alcançadas pela intercessão de Nossa Senhora do Carmo.

"Hoje é um dia de muita fé e devoção para o povo do Recife e para os pernambucanos que acreditam na força de Nossa Senhora do Carmo. Estar aqui, na Basílica do Carmo, nesta missa celebrada por Dom Fernando Saburido, depois de dois anos de muitas restrições, é muito importante para a renovação da nossa fé", afirma Marília.

As missas celebradas neste ano também marcam o centenário da Basílica, que recebeu este título em 1922, através do Papa Bento 15. Ao lado de Marília Arraes, o pré-candidato ao Senado, André de Paula, que esteve com sua esposa Patrícia, também não escondeu a emoção nesta tarde.


"Estamos na Basílica do Carmo, no dia de Nossa Senhora, para prestigiar a festa da padroeira do Recife. A basílica é muito importante para mim e para Patrícia, pois das nossas três filhas, duas casaram aqui e são muito felizes porque estão sobre as bênçãos da nossa padroeira", afirma André.

Ida à Fenearte

Depois de participar da celebração à Nossa Senhora do Carmo, Marília Arraes e André de Paula foram até o Centro de Convenções visitar a 22ª edição da Fenearte.

A feira, que recebe mais de 5 mil artesãos de todo o Brasil e do mundo, homenageou neste ano Chico Science, um dos fundadores do movimento Manguebeat.

Marília destacou a importância da Fenearte para a cultura e a economia de Pernambuco e lembrou da importância de ampliar os investimentos e as ações de apoio a toda cadeia produtiva da cultura local.

“A Fenearte é um dos eventos mais importantes no calendário anual de nossa cadeia cultural, que é riquíssima de diversidade, qualidade, criatividade e inovação. Cuidar da nossa cultura tem que ser uma prioridade do Governo através de políticas públicas permanentes”, comentou.

Fotos: PH Reinaux

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

'Chocante é o apoio à tortura de quem furta chocolate', diz advogado que acompanha jovem chicoteado

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre