Em entrevista à CBN, Marília reforça alinhamento e parceria com Lula


Em entrevista à Rádio CBN, a pré-candidata ao Governo de Pernambuco, Marília Arraes, destacou o alinhamento de seu projeto ao do ex-presidente Lula e reforçou o apoio ao palanque do petista no estado. Animada com os rumos de sua pré-campanha, que não para de receber apoios importantes em todo o estado e cresce em todas as pesquisas, Marília lembrou de sua longa relação e parceria com Lula. Mais cedo, em entrevista à Rádio Jornal, Lula relembrou as eleições de 2006, quando aqui no Estado teve o apoio dos então candidatos ao Governo Eduardo Campos, pelo PSB, e Humberto Costa, pelo PT, e deixou claro que Marília tem legitimidade para não só fazer sua campanha, como também usar sua imagem.

“Dessa fala do presidente Lula, o que ficou muito claro é que Danilo Cabral é o candidato do acordo nacional que foi feito entre o PSB e o PT, que é importante para que Lula possa ganhar a eleição. Danilo é o candidato de Paulo Câmara. Eu quero que o presidente Lula ganhe as eleições! Desde o meu primeiro voto eu apoio Lula. A relação que existe entre a gente Pernambuco sabe, conhece bem. Não sou eu que tem que ficar tentando correr atrás da imagem de Lula, é o PSB, que há pouco mais de um ano fazia uma das mais baixas e violentas campanhas contra mim, contra o PT e contra o próprio Lula. Eu sempre estive do lado de Lula”, sentenciou.

Marília lembrou ainda a importante defesa que Lula fez ao nome da ex-presidente Dilma Rousseff, ao ser questionado sobre o hábito de alguns grupos políticos de “esconder” seus aliados. “Triste de quem precisa esconder seus companheiros, foi o que disse o presidente Lula quando foi perguntado sobre o papel que a ex-presidente Dilma teria em seu palanque. E é exatamente isso. Aqui em Pernambuco, o PSB tem essa prática. Quando um aliado está enrolado em problemas, com altos índices de rejeição ou qualquer outra dificuldade, eles escondem. É o que está acontecendo mais uma vez, quando escondem da pré-campanha de Danilo o governador Paulo Câmara, que tem altíssima rejeição e tentam surfar na popularidade de Lula. Eu estive com Lula no bom e no ruim”, comentou.


Questionada sobre a existência de um diálogo entre os palanques de oposição ao governo do PSB em Pernambuco, a pré-candidata confirmou a existência de um debate respeitoso e responsável. “Na política, o diálogo, as conversas, são essenciais. Eu sou uma pessoa de diálogo. E não é só com os palanques de oposição que estamos conversando. Há muita gente que está na base do governo que está insatisfeito. Tem gente até do PSB que não está feliz com os rumos desse projeto que está trazendo prejuízos para Pernambuco”.

Liderando todas as pesquisas para o Governo do Estado e também para o Senado, Marília fez questão de afirmar sua disposição para se manter na disputa ao Palácio do Campo das Princesas, desfazendo qualquer especulação contrária. “Eu não faço política na zona de conforto e nem pensando no caminho mais fácil e em cargo. Jamais fiz e não farei. Eu sou pré-candidata ao Governo de Pernambuco”, cravou.

Marília, que preside o Solidariedade em Pernambuco, confirmou ainda a adesão do PROS ao seu palanque. O anúncio oficial acontece no próximo dia 11.

Fotos: PH Reinaux

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

'Chocante é o apoio à tortura de quem furta chocolate', diz advogado que acompanha jovem chicoteado

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre