Paraná Pesquisas: Lula amplia vantagem sobre Bolsonaro

Ex-presidente cresceu 5,2 pontos percentuais em relação à última pesquisa, de novembro. Por sua vez, Bolsonaro teve queda de 0,1 ponto percentual

ESTADO DE MINAS

Lula teria vitória sobre Bolsonaro no segundo turno, aponta pesquisa
(foto: Evaristo Sá/AFP)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) continua em vantagem na corrida pelo Palácio do Planalto. Pesquisa divulgada pelo Instituto Paraná Pesquisas, nesta quarta-feira (2/2), mostra que o petista lidera a corrida presidencial com 40,1% das intenções de voto, contra 29,1% do atual presidente, Jair Bolsonaro (PL).

Lula cresceu 5,2 pontos percentuais em relação à última pesquisa, divulgada em novembro de 2021. Por sua vez, Jair Bolsonaro se manteve estável, com queda de 0,1 ponto percentual.

Na disputa, o ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro (Podemos) aparece em terceiro na preferência dos brasileiros, com 10,1%. Ele caiu 0,6 ponto percentual se comparado com o levantamento do ano passado.

Ciro Gomes (PDT) aparece com 5,6% das intenções, enquanto o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), tem 2,4%. O mineiro André Janones (Avante) aparece com 1,1% dos votos.

A senadora Simone Tebet (PMDB) teve 0,8%, e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), obteve 0,4%. Já o ex-ministro da Saúde Henrique Mandetta (DEM) aparece com 0,1% das intenções.

O percentual de eleitores que não souberam ou não opinaram é de 3%. Brancos e nulos correspondem a 7,5%.

Segundo turno

Numa simulação do segundo turno, Lula também venceria seus principais adversários. Na disputa com Jair Bolsonaro, o petista obteria 48,8% dos votos, enquanto o atual presidente conquistaria 34,4% dos eleitores. Brancos e nulos somam 13,5% e não souberam e não responderam correspondem a 3,4%.

Na pesquisa anterior, Lula havia obtido 42,5% dos votos e Bolsonaro, 35,6%.

O ex-presidente também venceria Sergio Moro por 47,1% a 29%. Brancos e nulos somam 20,2% e não souberam ou não responderam, 3,7%.

Na simulação de novembro, Lula obteve 40,7% e Moro, 29,8%.

Metodologia

O instituto ouviu 2.020 eleitores nas cinco regiões do país entre 27 de janeiro e 1º de fevereiro. A margem de erro é 2% e o grau de confiança da pesquisa é de 95%.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

'Chocante é o apoio à tortura de quem furta chocolate', diz advogado que acompanha jovem chicoteado