Moro recebeu R$ 3,5 milhões por um ano de trabalho na Alvarez & Marsal

Ex-juiz declarou salário em live para pôr fim polêmica que surgiu a partir de uma investigação aberta sobre seus vencimentos na Àlvarez & Marsal


*L*Bernardo Lima, *C*Gabriela Chabalgoity*
Correio Braziliense

(crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag..ncia Brasil)

Pré-candidato à Presidência, Sergio Moro (Podemos) divulgou nesta sexta-feira (28/1) que recebeu um total de US$ 656 mil nos doze meses em que trabalhou no escritório Alvarez & Marsal, entre 23 de novembro de 2020 e 26 de novembro de 2021. Convertidos para a moeda brasileira, os vencimentos somam R$ 3,5 milhões.

Em live nas redes sociais, ao lado do deputado federal Kim Kataguiri (Podemos), o ex-juiz detalhou que recebeu um salário mensal de 48,5 mil dólares como consultor da Alvarez & Marsal. O total de US$ 656 mil foi alcançado com bônus de desempenho.

“Não estou fazendo isso por CPI, nem pelo TCU, que está abusando do poder. Mas eu acho que preciso ser transparente como pré-candidato à Presidência da República”, disse o ex-juiz.

Moro alegou que foi contratado inicialmente no Brasil pela Alvarez & Marsal Disputas e Investigações, pois ainda não havia conseguido o visto de trabalho nos EUA. Depois, Moro foi transferido para Washington e o o contrato dele passou a ser com a Alvarez & Marsal Disputes & Investigations LLC.

*Estagiários sob supervisão de Pedro Grigori

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

'Chocante é o apoio à tortura de quem furta chocolate', diz advogado que acompanha jovem chicoteado

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre