Dia de Reis: saiba o que é a data e por que é a escolhida para desmontar a árvore de Natal

Reis Magos são co-padroeiros de Natal e dão nome a fortaleza construída no século 16. Tradição católica aponta data como fim do ciclo natalino

Por g1 RN

Foto: Divulgação

Celebrado pela Igreja Católica nesta quinta-feira (6), o Dia de Santos Reis é feriado em Natal. Os santos são co-padroeiros da capital potiguar e representam uma tradição religiosa que tem relação direta com a história da fundação da cidade.

Segundo a tradição católica, a data encerra o ciclo natalino e por isso é considerada o dia de desmontar a árvore de Natal. (leia mais abaixo).

Natal celebra o Dia de Santos Reis — Foto: Divulgação/Arquidiocese de Natal

Os Reis Magos estão ligados à história bíblica de Jesus, nascido na cidade de Belém no primeiro século da era cristã. Vindos do Oriente para adorar o menino Jesus, que havia nascido dias antes, os magos ofereceram presentes ao recém-nascido. Gaspar levou incenso, Belchior entregou ouro e Baltazar, mirra, uma espécie de resina.

"Todas as línguas conseguem se identificar com os Santos Reis, porque eles nos representaram diante da manjedoura de Belém. Não só para ver o nascimento do menino Deus, mas para entregar os presentes", conta o padre Francisco Lima.

Santuário celebra Festa de Santos Reis há 112 anos

Gaspar, Belchior e Baltazar foram os primeiros santos a serem devotados em Natal.

Em 1753, as imagens dos três Reis Magos foram enviadas de Portugal, pelo rei Dom José I, para a Capitania do Rio Grande, onde ficaram na Fortaleza dos Reis Magos. O Forte ganhou esse nome porque começou a ser construído em um 6 de janeiro, Dia dos Santos Reis, em 1598.

Em 1901, as imagens foram levadas do Forte para uma capelinha e, posteriormente, em 1936, para uma capela que hoje é Santuário, no bairro de Santos Reis, que homenageia os co-padroeiros da cidade.

Imagens dos Santos Reis Magos no Santuário localizado na Zona Leste de Natal
Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

O padre Francisco Lima destaca que a devoção aos Santos Reis se confunde com a própria história de Natal.

"Aqui na nossa cidade do Natal é grandiosa essa popularidade porque tudo começou com os Reis Magos. O Forte foi construído e o primeiro sinal cristão que chegou aqui foram as imagens dos Santos Reis. Elas estão conosco. Em 1901, as imagens foram entregues à Igreja, e de lá para cá, cuidamos delas e celebramos esta festa", explica.

Além do Forte e do bairro, os Reis Magos são lembrados em escultura no pórtico da entrada de Natal, na BR-101.

Ainda segundo o padre Francisco Lima, a tradição de desmontar a árvore de Natal ocorre no Dia de Santos Reis justamente porque essa data marca o fim do ciclo natalino.

"Pela tradição católica, o encerramento do Natal é hoje (Dia de Reis). A partir de hoje, entra um novo ciclo, o ciclo da missão de Jesus. Ele se manifestou, agora ele vai realizar os planos de Deus na vida das pessoas", lembrou.

Ele ainda explicou que, em algumas partes do mundo, somente no Dia de Reis é que as pessoas fazem a troca de presentes, simbolizando o ato dos Reis Magos de entregar presentes a Jesus.

LEIA TAMBÉM
Programação

No encerramento da Festa de Santos Reis, nesta quinta-feira, haverá a procissão motorizada com as imagens dos co-padroeiros de Natal a partir das 15h, culminando com a celebração de missa solene, presidida pelo arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, às 18h.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

'Chocante é o apoio à tortura de quem furta chocolate', diz advogado que acompanha jovem chicoteado

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre