Vereador Carlinhos da Cohab responde sobre alegações envolvendo o Residencial Cruzeiro

Denúncia veiculada recentemente acusam o vereador de estar vendendo imóveis na localidade


Santa Cruz do Capibaribe- Nesta quinta-feira (23), o vereador Carlinhos da Cohab esteve no Programa Comando 87 da Rádio Comunidade FM 87,9, onde respondeu a questões apontadas no mesmo programa sobre uma suposta venda de imóveis do Residencial Cruzeiro. Carlinhos solicitou direito de resposta após a veiculação de reportagem a respeito das alegações.

"É sempre importante ouvir os dois lados, ao invés de simplesmente jogar uma informação mentirosa como foi feito. Por isso estou aqui pedindo direito de resposta", explicou. "O que ocorreu foi o seguinte: Na gestão do ex-prefeito Edson Vieira foi feito o sorteio dessas casas, e minha única participação nesse sorteio foi de fiscalizar para que todos os contemplados fossem pessoas que de fato precisavam destas casas. Eu desafio qualquer um a mostrar qualquer valor que eu recebi de venda dessas casas."

O vereador também afirmou que o responsável pelas denúncias não possui nenhum fundamento. "Isso é pilantragem das grandes. Enquanto isso, pessoas que precisam e estão ansiosas pelas suas casas estão preocupadas com o que está acontecendo no Residencial Cruzeiro. Quero dizer também que hoje estou protocolando um pedido de investigação na Polícia Federal, para que eles mesmos investiguem se eu vendi alguma casa. De lá, irei no Ministério Público também protocolar um pedido de investigação da minha pessoa, para comprovarem se em algum momento eu realmente vendi ou peguei em algum dinheiro dessas casas. Além disso, vou prestar queixa e irei pedir que o radialista Erivaldo Silva seja testemunha."

Carlinhos também aproveitou a oportunidade para tranquilizar a população que foi contemplada com um imóvel na localidade, afirmando que uma decisão judicial já foi feita e que as autoridades já estão iniciando ações em relação a ocupação. "Além da decisão judicial de cortar energia, temos também a decisão para a reintegração de posse da Caixa Econômica. Vamos mostrar que em Santa Cruz do Capibaribe temos pessoas de bem, que não precisam invadir o lar de outras pessoas. Novamente, desafio qualquer um a comprovar que eu recebi um real dessas casas."

Edição- Jorge Luis
Reportagem- Jairo Gomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado